19 de junho, 2024

Últimas:

Grupo Açotubo aposta em transformação digital como diferencial competitivo

Grupo Açotubo aposta em transformação digital como diferencial competitivo

Anúncios

De acordo com um levantamento da McKinsey publicado no ano passado, 80% dos entrevistados pretendiam continuar ou aumentar investimentos em automação. O Grupo Açotubo, da área de distribuição de produtos siderúrgicos, faz parte dessa estatística, com aposta na tansformação digital como diferencial competitivo.

A empresa vem fazendo aportes em tecnologia especialmente desde o ano passado e os investimentos destinados a essa área em 2023 chegam a R$ 3 milhões. O objetivo é fazer com que a empresa esteja completamente imersa em processos digitais, o que, segundo Bruno Bassi, CEO da Açotubo, não é comum no mercado do aço. 

Anúncios

“Percebemos que, apesar de não ser novidade no mercado como um todo, a tecnologia como fator de impulso em negócios no nosso mercado fica mais no discurso ou é tratada com lentidão. Na prática, quantas organizações deste setor passaram por uma transformação digital?”, explica.

Tecnologia em todas as frentes

Anúncios

Para citar alguns exemplos recentes, o Grupo Açotubo lançou um chatbot, o assistente virtual chamado “Luizaço”, criado para ser uma primeira linha de atendimento, facilitando o acesso às informações e serviços on-line, como levantamento de boletos e certificados de qualidade, por exemplo. Na área de comércio exterior, a novidade foi o sistema Global Narwal, que simplificou processos automatizando tarefas rotineiras, deixando os profissionais focados na gestão das operações. Já em logística, foi feita a modificação dos módulos de frete, agendamento da coleta e roteirização da entrega pela frota, trazendo maior segurança e otimização para o processo. 

Um dos últimos anúncios foi no setor de produção, onde a aquisição de um software de sensorização (OEE) dos equipamentos para medição de performance gerou aumento de 105% na produtividade nas máquinas de três unidades da empresa. Com os avanços digitais, foi preciso pensar em aumento de estrutura de TI, com novo servidor Intel® Xeon® de 2ª geração e processador escalável, além de 20 novos firewalls de alta performance instalados na matriz e filiais para garantir uma alta conectividade, e da rede de proteção, com Endpoint Detection and Response (EDR), para defesa dos endpoints como gateways.

Além da concorrência

Renato Vellani, Gerente de TI do Grupo Açotubo, explica que faz parte da visão de mercado do Grupo estar à frente de recursos para otimização do trabalho e atendimento das demandas de mercado. Ele ainda destaca as soluções SIGA360, que centraliza dados e histórico de cada cliente, sendo um CRM que funciona de forma estratégica alinhado com os objetivos da companhia, e o BIGDATA com Data Lake, que é um local central que permite aos colaboradores o encontro, preparo e análise de grandes volumes de dados armazenados.

“Fora isso, temos planejado para 2023 a digitalização de pedidos, que é uma plataforma de vendas digital criada para que os clientes tenham mais autonomia no abastecimento de seus estoques, tornando a jornada mais ágil e independente, mas com modelo de atendimento consultivo e com foco em gerar negócios para toda a cadeia”, finaliza o gerente.

 

Talvez te interesse

Últimas

Uma rede de ensino particular está com mais de 100 vagas abertas para professores e professoras que desejam lecionar em...

Categorias