26 fevereiro, 2024

Últimas:

Pós-graduados em cibersegurança ganham até 225% a mais

Pós-graduados em cibersegurança ganham até 225% a mais

Anúncios

De acordo com dados recentes do Instituto SEMESP, divulgados pelo IBGE, profissionais de cibersegurança que possuem formação pós-graduada podem ganhar até 225% a mais do que somente graduado, podendo chegar a R$ 20.000,00. Essa diferença salarial evidencia a importância da formação continuada na área de segurança da informação e pode ser um fator decisivo para os profissionais que desejam alavancar suas carreiras e aumentar seus rendimentos.

Além disso, o aumento da demanda por profissionais de cibersegurança tem sido uma tendência nos últimos anos, devido ao crescente número de ameaças digitais e ataques cibernéticos que empresas e organizações enfrentam. Essa alta procura por especialistas em segurança da informação aumenta as oportunidades de emprego e a possibilidade de ascensão na carreira para aqueles que investem em uma formação mais avançada.

Anúncios

“Se você está pensando em fazer uma pós com o objetivo de obter um salário maior, eu daria uma olhada na lista dos cargos com alta demanda e as pós-graduações nas especificidades da sua área, para ver se realmente compensa essa escolha”, diz Markswell Coelho, coordenador do IBSEC – Instituto Brasileiro de Cibersegurança, que atua com soluções de educação em cibersegurança. 

Dois dos cinco cargos mais requisitados em 2023 estão no campo da cibersegurança, por exemplo, segundo pesquisa realizada pelo LinkedIn.

Anúncios

O aumento da demanda por profissionais de cibersegurança qualificados

A cibersegurança é um dos setores mais importantes da atualidade, visto que o uso da tecnologia da informação se tornou cada vez mais comum no mundo moderno. A segurança da informação é crucial para proteger dados pessoais e profissionais, além de garantir a estabilidade do ambiente digital. Com a crescente demanda por profissionais qualificados na área, a formação continuada se torna ainda mais importante.Com o aumento da demanda, a oferta de vagas na área de cibersegurança também tem crescido, criando oportunidades para profissionais que buscam se especializar. De acordo com a Revelo, uma empresa de recrutamento, o salário-base na área de TI teve um aumento significativo entre setembro de 2020 e fevereiro de 2021. Em setembro de 2020, o salário-base era de R$ 6.020,41, mas em fevereiro de 2021, esse valor subiu para R$ 9.364,21, representando um aumento de 55%.

Para os profissionais que buscam crescer na área, a formação pós-graduada é uma opção viável e vantajosa. Além do aumento salarial mencionado anteriormente, os profissionais de cibersegurança com formação pós-graduada têm mais chances de serem contratados e de ocuparem cargos de liderança. Segundo uma pesquisa realizada pela empresa de recrutamento Robert Half, 94% dos profissionais de cibersegurança acreditam que a formação pós-graduada é um fator importante para o avanço na carreira.

Outro fator que contribui para o aumento da demanda por profissionais de cibersegurança é a entrada em vigor da Lei Geral de Proteção de Dados (LGPD), em setembro de 2020. Essa lei estabelece regras para o tratamento de dados pessoais pelas empresas e define penalidades para casos de vazamento de informações. Com a LGPD, as empresas precisam garantir que seus dados estejam protegidos e seguros, aumentando a necessidade de profissionais qualificados na área de cibersegurança.

“A cibersegurança está mais em alta do que nunca, com o mundo interconectado, o aumento de dispositivos inteligentes conectados à rede, a migração para trabalho remoto com bilhões de dispositivos on-line, cresce a demanda por profissionais de cibersegurança tanto para pequenas e médias empresas quanto para as grandes”, diz Markswell Coelho, coordenador do IBSEC.

Além disso, a pandemia do coronavírus acelerou a transformação digital e a adoção do trabalho remoto. Com isso, as empresas precisam garantir que seus sistemas estejam protegidos mesmo com seus funcionários trabalhando fora do ambiente corporativo. Essa mudança aumentou ainda mais a demanda por profissionais de cibersegurança e reforçou a importância da formação continuada na área.

No entanto, vale lembrar que a formação continuada não se limita apenas à pós-graduação. Existem diversas opções de cursos e certificações que podem ser feitas para aprimorar os conhecimentos na área de cibersegurança. Essas opções incluem cursos online, workshops e bootcamps, que são cursos intensivos de curta duração que focam em habilidades práticas.

Além disso, é importante destacar que a formação continuada não é apenas uma questão de salário e progressão na carreira, mas também uma questão de segurança. A segurança da informação é uma questão delicada e pode ter consequências graves caso não seja tratada com o devido cuidado. Portanto, é fundamental que os profissionais da área estejam atualizados e capacitados para lidar com os desafios da cibersegurança.

Mais informações: IBSEC

Últimas

Botucatu recebe em setembro o Champs Open de Beach Tennis e o Arena Freestyle de Motocross

26/02/2024

Anúncios Competições acontecem em comemoração aos 35 anos da empresa botucatuense Romagnolli Promoções e Eventos Botucatu...

Categorias