Você sabe o que é tricobezoar e o que ele revela sobre a saúde dos gatos?

Saiba o que são os tricobezoares e o que eles representam para a saúde dos felinos.

AdSense Postagem 01

Postagem Única 01 Mobile

Popularmente conhecido como “bola de pelo”, o tricobezoar pode ser definido como o acúmulo de pelos não digeridos que formam uma massa sólida no estômago. Entre as principais causas está o fato de os gatos se lamberem constantemente, tornando-os propensos a sofrer desse mal.

Na maioria das vezes, eles expelem as bolas de pelo através de vômito. No entanto, quando isso não acontece, a saúde dos felinos pode sofrer uma série de prejuízos e correr inúmeros riscos, inclusive o de uma potencial obstrução.

 

Tricobezoar em gatos

Em um mundo perfeito, todos pelos ingeridos pelos bichanos seriam eliminados através das fezes, entretanto, como já foi dito, nem sempre é isso que ocorre.

Causas

Além da má digestão dos pelos ingeridos, os demais fatores causadores de tricobezoar, incluem:

  • Doenças de pele: doenças como atopia e dermatite alérgica potencializam a ingestão de pelos, pois os gatos tendem a morder e lamber as áreas afetadas com mais frequência;
  • Estresse: condições estressantes, como mudanças de rotina, podem causar alopecia psicogênica felina — quando o gato se lambe excessivamente —, portanto, devem ser evitadas;
  • Pelagem longa: pelos longos são mais difíceis de serem digeridos pelo organismo, dessa forma, raças com essa característica possuem uma predisposição maior de desenvolverem bolas de pelo,
  • Problemas intestinais: a ausência de movimentos intestinais no momento em que não há ingestão de alimentos pode ocasionar a formação de tricobezoares.

Sintomas

É importante ficar atento aos sintomas que as bolas de pelo podem provocar nos gatos, especialmente na primavera e no outono — estações de troca de pelo. Alguns deles são:

  • apatia;
  • dor abdominal;
  • regurgitação;
  • falta de apetite;
  • ânsia;
  • fezes ressecadas ou diarreia,
  • vômito.

Se o seu animal apresentar um desses sinais, não deixe de levá-lo ao médico-veterinário o mais rápido possível, pois quanto antes o seu gato for socorrido, maiores serão as chances dele ficar bem.

 

Prevenção contra o tricobezoar

Apesar de os felinos serem bastante independentes, há, sim, alguns meios de auxiliá-los para prevenir a formação de tricobezoares. Um deles, por exemplo, é escovar os pelos, pois ajuda a removê-los e, consequentemente, faz com que os gatos os ingiram em menor quantidade.

Além disso, outras maneiras de evitar as bolas de pelo, envolvem:

Assistência médico-veterinária

Consultas preventivas ao médico veterinário asseguram a saúde do seu gato de forma geral e, por essa razão, devem ser realizadas com certa regularidade.

Nutrição e hidratação

A ingestão de fibras ajuda a regular o intestino, e beber água auxilia diretamente o sistema a eliminar os pelos ingeridos anteriormente.

Atividades físicas regulares

Se movimentar é importante para que o organismo funcione da melhor forma possível, além de melhorar a saúde física e mental do felino.

Antipulgas

As pulgas fazem com que os animais se cocem e se lambam, então, tratá-las é essencial.

 

Como eliminar as bolas de pelo?

Em quadros mais graves, uma cirurgia pode ser indicada para a remoção de uma bola de pelo. No entanto, para casos normais, há alguns tratamentos caseiros que podem ser eficientes.

Malta

A malta — derivada da cevada — melhora o trânsito intestinal do felino. Para utilizá-la, basta aplicar a pasta no focinho ou na pata do gato para que ele a lamba. Entretanto, tanto a frequência como a quantidade de aplicação deve ser estabelecida pelo médico-veterinário.

Fibra

Aumentar a quantidade de fibras presentes na comida do animal melhora a digestão dele e, consequentemente, o fará eliminar os tricobezoares com mais facilidade.

Manteiga

A manteiga é uma espécie de laxante para os felinos, por esse motivo, é uma boa opção. Entretanto, por ser um alimento muito oleoso, é preciso tomar cuidado para não oferecer demais. Caso não a tenha, uma alternativa é substituí-la por vaselina.

Grama

O gato, por instinto, ingere grama para limpar o intestino, dessa forma, a planta valeriana é excelente. Em estabelecimentos específicos para esse fim há como encontrar essa e outras plantas capazes de auxiliar na eliminação de bolas de pelos.

Postagem Única 02 Mobile

Anunciantes