Vídeo mostra momento em que jovem é agredida pelo marido em suíte de resort de luxo em MT

AdSense Postagem 01

Postagem Única 01 Mobile

Um vídeo mostra o momento em que uma jovem de 21 anos foi agredida pelo marido em uma suíte de um resort de luxo, no Lago de Manso, em Chapada dos Guimarães, a 65 km de Cuiabá.

As imagens foram gravadas por outros hóspedes do local. No vídeo, é possível ver e ouvir a discussão do casal por uma das janelas do apartamento.

Helen Machado foi agredida pelo marido em um resort de luxo em MT — Foto: Arquivo pessoal
Helen Machado foi agredida pelo marido em um resort de luxo em MT (Foto: Arquivo pessoal)

De acordo com a Polícia Militar, a vítima, Helen Machado, solicitou ajuda a funcionários do hotel depois da agressão.

No local, uma mulher de 32 anos, que se apresentou como filha do suspeito, tentou impedir que os policiais entrassem no bangalô, onde estava o pai.

Segundo o boletim de ocorrência, a filha estava bastante alterada e insultou e agrediu os policiais com tapas. Ela ainda bateu nos funcionários do hotel e teve que ser algemada.

Ao saber que seria encaminhado à delegacia, o suspeito resistiu à prisão e assim como a filha, precisou ser algemado.

O pai e a filha foram conduzidos à delegacia de Chapada dos Guimarães. A mulher foi liberada mediante termo de compromisso e o suspeito da agressão, autuado em flagrante pela lei Maria da Penha.

Nas redes sociais, Helen Machado desabafou.

“Só quero que pague o sofrimento que passei e sinta todo o medo e pavor que senti”, diz.

Helen desabafou nas redes sociais com foto de vídeo que foi gravado da agressão e será entregue a polícia — Foto: Reprodução/Redes sociais

Helen desabafou nas redes sociais com foto de vídeo que foi gravado da agressão e será entregue a polícia — Foto: Reprodução/Redes sociais

A jovem também diz que é provável que o agressor fique impune.

“Infelizmente o dinheiro paga a justiça e já já ele está livre”, desabafa.

De acordo com a Corregedoria de Justiça, a vítima foi ouvida e não quis manter a prisão do suspeito ou solicitar medidas protetivas. Com isso, o Ministério Público solicitou a soltura do marido e a Justiça acatou.

No entanto, mesmo sendo solto, o homem, que tem 52 anos, passa a ser monitorado por tornozeleira eletrônica.

Fonte: G1

Postagem Única 02 Mobile

Anunciantes