Venezuela é excluída da loteria de vistos americana

A Venezuela foi deixada de fora da lista de países cujos cidadãos podem competir na loteria anual de vistos para residir legalmente nos Estados Unidos, devido ao alto número de venezuelanos que chegaram ao país nos últimos anos, informou o governo americano nesta sexta-feira.

O Departamento de Estado, que administra os chamados vistos de imigração por diversidade, destacou que a Venezuela não poderá participar do próximo sorteio, correspondente ao ano fiscal de 2023, porque mais de 50.000 venezuelanos já imigraram para os Estados Unidos nos últimos cinco anos.

O programa concede o benefício do “green card”, que permite a residência legal permanente, aos países com baixas taxas de imigração para os Estados Unidos. Na América Latina e no Caribe, tampouco poderão aspirar a um visto no sorteio de 2023 cidadãos de Brasil, Colômbia, El Salvador, Guatemala, Haiti, Honduras, Jamaica, México e República Dominicana, já excluídos do programa em anos anteriores.

Para o ano fiscal de 2023, serão sorteados até 55 mil vistos de diversidade (DV), informou o Departamento de Estado, que distribui esses documentos entre seis regiões geográficas, sem que nenhum país possa ficar com mais de 6% das vagas disponíveis.

A Venezuela, que já foi uma potência petrolífera, está mergulhada em uma crise econômica e social que se aprofundou desde a chegada ao poder, em 2013, do presidente Nicolás Maduro. A situação levou 5,6 milhões de pessoas a deixar o país, das quais meio milhão estão nos Estados Unidos, segundo dados da ONU.

Fonte: Yahoo!

Últimas

Streaming faz com que o sertanejo e os artistas nacionais ganhem espaço no cenário musical

25 out 2021

Os anos 2000 foram marcados pelo sucesso do rock e também da música pop. Alguns artistas...

Categorias

Scroll Up