15 de junho, 2024

Últimas:

Vazão das Cataratas do Iguaçu vai de 1,5 milhão de litros de água por segundo para 9 milhões

Anúncios

A vazão das Cataratas do Iguaçu atingiu 9 milhões de litros de água por segundo às 11h desta quinta-feira (13), de acordo com monitoramento hidrológico feito pela Companhia Paranaense de Energia (Copel).

A vazão considerada normal é de 1,5 milhão de litros de água por segundo. O maior registro foi em 2014, quando as quedas registraram fluxo de 47 milhões de litros por segundo.

Anúncios

No lado brasileiro, localizado em Foz do Iguaçu, no oeste do Paraná, os passeios estão mantidos, com horário de atendimento ampliado, das 8h às 16h, até o dia 23 de julho, devido às férias de julho.

Já no lado argentino das quedas, a passarela que dá acesso à Garganta do Diabo, em Puerto Iguazú, foi fechada devido a protocolo de segurança que estabelece que as grades das passarelas e do mirante sejam retiradas quando o Rio Iguaçu enche repentinamente.

Anúncios

Vazão das Cataratas do Iguaçu atinge 9 milhões de litros de água por segundo; fluxo normal é de 1,5 milhão (Foto: Mauricio Freire/RPC Foz do Iguaçu)

Não há previsão para a reabertura. Os passeios “superior” e “inferior” estão mantidos.

O aumento do nível de água ocorre devido as chuvas ao longo do leito do rio Iguaçu que nasce na região de Curitiba.

A última cheia nas quedas foi registrada em outubro de 2022 quando a vazão bateu 16 milhões de litros por segundo. Foi o segundo maior registro em 25 anos.

Quedas

Cataratas do Iguaçu atinge vazão de 9 milhões de litros de água por segundo; fluxo normal é de 1,5 milhão (Foto: Mauricio Freire/RPC Foz do Iguaçu)

Conforme o Parque Nacional do Iguaçu, são 275 saltos catalogados, o que dá às cataratas o título de maior conjunto de quedas d’água do mundo.

A altura das quedas varia de 40 a 80 metros, podendo atingir mais de 100 metros dependendo da vazão do Rio Iguaçu. Saiba mais sobre a vazão das Cataratas abaixo.

O formato das Cataratas do Iguaçu lembra uma “ferradura”. As quedas se estendem por 2,7 quilômetros: 800 metros localizados no Brasil e 1,9 quilômetro na Argentina.

Assim, 70% das quedas pertencem ao lado argentino e 30% ao lado brasileiro. A divisão entre os países é feita pela Capitania Fluvial.

Fonte: G1

Talvez te interesse

Últimas

Anúncios Ester Carolino Reis Caramelo – 74 anos Sepultamento Cemitério Jardim 16/06/24 às 17h Complexo Funerário Anúncios Esposa de Luiz....

Categorias