Tutorial: Como montar uma apresentação pessoal incrível para entrevistas e eventos (sem ser com slides)

Provavelmente você já passou pela seguinte situação, nem que tenha sido na escola/ensino médio: você estava fazendo uma apresentação em PPT, e depois de sua apresentação veio alguém com um slideshow cem vezes melhor que o seu.

Você sentiu vergonha quando isso aconteceu, ainda mais se foi em uma entrevista de emprego. Alguém monta uma apresentação incrível, e deixa nossos esforços visuais “no chinelo”.

Hoje vai ser sua vez de fazer grandes apresentações e impressionar os ouvintes. Está na hora de ter uma excelente apresentação pessoal, com toque profissional e de estilo. Seja em um palco, em uma entrevista ou projeto na empresa, todos vão amar e perguntar como você fez tudo isso.

Mas isso aqui não se trata de PPT e powerpoint, vamos falar de um outro método.

Vamos falar de vídeos e de grandes montagens, que são o futuro das apresentações e dos portfólios. Venha entender como chamar atenção do público e dos ouvintes.

O primeiro passo para sua apresentação pessoal incrível

O primeiro passo para uma grande apresentação é ter uma foto de peso. Sei que parece clichê isso, e que tirar fotos em estudios pode parecer caro, mas vai valer o esforço. Um ensaio de 200 reais vai garantir um emprego ou um fechamento em uma reunião.

Essa dica bem simples vai te dar mais credibilidade e presença de palco (ou de tela) para apresentar e falar sobre o que faz.

Seja fundo escuro, cinza, seja uma foto com roupa social ou não, foto em estúdio e em alta qualidade é uma coisa que seu material terá que ter no seu “quem sou eu”.

Ignorar esse pequeno passo é o mesmo que ignorar aquela regra dos 10 segundos que você tem para impressionar alguém. Fica mais difícil se nada for feito dentro desse tempo.

O segundo passo: o vídeo!

Agora que você já tem disponíveis fotos incríveis suas, você já pode se voluntariar a fazer palestras e apresentações.

Mas como apresentação pessoal, ao invés do slide, prefiro que você faça um vídeo. Use de imagens e de cenas, e coloque transições estratégias no vídeo. Usando as ferramentas certas, as pessoas ficarão de queixo caído pela profundidade e profissionalismo de seu trabalho!

Nesse editor de vídeo que eu uso, você consegue colocar animações e efeitos em torno de sua foto. E o mais legal de tudo é o storytelling: imagine o que é contar sua trajetória profissional ou pessoal, por meio de elementos visuais e não estáticos.

No mínimo sua apresentação será única comparada a outras pessoas.

Então use o banco de fotos e formas geométricas para dar vida a apresentação. Você não precisa editar do zero, uma vez que os modelos estão prontos. Basta editar as frases e títulos do vídeo para ter uma apresentação!

Apresentando produtos e soluções

Obviamente, nem sempre será importante falar de você na apresentação ou em suas reuniões. Ainda assim, usar de vídeos será um grande diferencial, enquanto o pessoal ficaria fadado ao velho PPT.

Imagine que você está falando de um produto X. Todo o conceito visual e a história do produto podem estar em vídeos sequenciais, que possuem uma lógica parecida com slides, porém possuem movimentos mais alegres e mais estilizados, dando um toque de artista ao seu trabalho.

Mostrar copys e frases publicitárias também se torna mais fácil quando o vídeo possui imagens e efeitos marcantes, o que é normal e padrão nesse editor que mencionei.

Quer ver um exemplo de como isso funciona, deixaremos aqui um vídeo:

Então a próxima vez que for fazer uma apresentação em sua empresa ou para possíveis clientes, estude a possibilidade de usar ferramentas do tipo mostrado para criar vídeos e filmes de vendas, que conseguem “sair do comum” e surpreender as pessoas.

Capriche na abertura e nos 10 primeiros segundos, pois do contrário ninguém vai querer ver seu vídeo até o fim (ou vão mexer no celular enquanto você está mostrando o vídeo).

 

Dica final para suas apresentações

A ideia central do vídeo é a história e o Storytelling. Sei que, mais uma vez, isso pode parecer clichê. Mas quero que pense na situação: seu vídeo vai ter cerca de 5 ou 7 cenas. Elas devem ter uma sequência que mostre, pelo menos, a transformação relacionada ao seu produto ou ideia.

As pessoas devem se projetar em seu vídeo, e sentirem que aquilo foi feito para elas também. Fale de problemas que elas já sentiram e que você pode ajudar a solucionar isso – reforçando com textos e cenas da apresentação.

No caso dos vídeos pessoais e de apresentações, busque brincar um pouco com o público e sair da pura formalidade. Você pode usar de Gifs e até mesmo fazer perguntas para as pessoas no meio da apresentação.

“O que vocês acham sobre esses resultados/números ?”.

Forçar (ou sugerir) um pouco de participação do grupo é uma excelente forma de fazer sua apresentação não ser tão chata e digna de dar sono. O mesmo vale se você abrir mão de modelos estatísticos para gerar ideias e projetos.

Use dessa ferramenta que indicamos para seus futuros projetos, anúncios e apresentações, principalmente se elas não exigirem sua presença ao vivo – como o envio de propostas e de currículos.

Scroll Up