Turista de SP morre após se afogar no Buraco Azul, atração turística no litoral do Ceará

O turista Uilgner Rodrigues, de Guarujá (SP), morreu na tarde de segunda-feira (21) após se afogar em um lago conhecido como Buraco Azul, ponto turístico do município de Cruz, no litoral oeste do Ceará.

Uilgner Rodrigues, de 30 anos, natural de Guarujá (SP) morreu ao mergulhar no lago conhecido como Buraco Azul, no município de Cruz (CE) — Foto: Reprodução/Instagram
Uilgner Rodrigues, de 30 anos, natural de Guarujá (SP) morreu ao mergulhar no lago conhecido como Buraco Azul, no município de Cruz (CE) (Foto: Reprodução/Instagram)

Testemunhas disseram que o homem ficou cerca de 30 minutos embaixo d’água. Os dois salva-vidas presentes no local tentaram o resgate e contaram com a ajuda de outros visitantes para tentar localizar e retirar a vítima do lago. Após buscas, ele foi localizado desacordado e levado à superfície.

Buraco Azul, em Cruz, foi formado em 2019 após escavação para construção de rodovia no Ceará — Foto: Arquivo pessoal
Buraco Azul, em Cruz, foi formado em 2019 após escavação para construção de rodovia no Ceará (Foto: Arquivo pessoal)

O Corpo de Bombeiros informou que foi acionado para fazer o resgate, mas que a vítima já tinha sido socorrida para um hospital, transportada em um helicóptero particular. A informação foi confirmada pela Secretaria da Segurança Pública, que disse ainda que também foram mobilizadas equipes do Batalhão de Policiamento Turístico (BPTur) da Polícia Militar, da Polícia Civil e da Perícia Forense do Estado do Ceará (Pefoce).

Turista morre após se afogar no Buraco Azul, atração turística do município de Cruz, mesma região de Jericoacoara. — Foto: Celso Tavares/G1
Turista morre após se afogar no Buraco Azul, atração turística do município de Cruz, mesma região de Jericoacoara. (Foto: Celso Tavares/G1)

A vítima, de aproximadamente 30 anos, foi levada ao Centro de Saúde da Família (CSF) na localidade de Preá, onde foi a morte foi constatada.

A administração do Buraco Azul Caiçara lamentou a morte do turista e afirmou que a equipe de segurança do restaurante realizou o socorro à vítima de forma imediata. O estabelecimento esclareceu que a empresa que vende passeios de helicóptero dentro do Buraco Azul não tem nenhum vínculo com a atual administração do restaurante.

A empresa reiterou ainda que informações de que já ocorreram outras mortes no local são falsas.

Redes para turista descansar no Buraco Azul — Foto: Celso Tavares/G1
Redes para turista descansar no Buraco Azul (Foto: Celso Tavares/G1)

Por fim, a empresa informou que o local estará fechado pelos próximos dias e que uma nova data para reabertura será divulgada em breve. Além disso, afirmou que está prestando todo apoio e solidariedade à família e principalmente à companheira Bianca Carvalho que acompanhava Uilgner.

O caso é acompanhado pela Delegacia Municipal de Cruz, unidade da Polícia Civil responsável pela região.

O secretário de Turismo do município de Cruz, Marcelo Brandão, lamentou o ocorrido e afirmou que os fatos estão sendo apurados.

Imagens divulgadas nas redes sociais mostram populares revoltados com a situação. Eles chegam a arremessar pedras contra uma barraca. A confusão teria sido por causa da demora para retirar a vítima da água.

Fonte: G1