Trump exige saber identidade de informante na origem do processo de impeachment

O presidente dos Estados Unidos, Donald Trump, voltou a exigir, neste domingo (3), que se divulgue a identidade do informante que originou o procedimento de destituição contra ele, o qual, segundo seu advogado, está disposto a responder às perguntas dos republicanos.

“O informante está tão enganado que deve sair das sombras”, tuitou Trump esta manhã. “As fake news sabem quem é, mas, como estão a serviço dos democratas, não querem dizer”, acrescentou.

“Revelem quem é o informante e acabem com essa fraude de impeachment”, afirmou o presidente, que já pôs a credibilidade da testemunha várias vezes em xeque.

Há alguns dias, vários veículos de imprensa conservadores circularam um nome, apesar das regras de proteção aos informantes. Congressistas republicanos reproduziram essas matérias em suas contas no Twitter.

Se as informações estiverem corretas, o denunciante é um partidário do ex-presidente democrata Barack “Obama e detesta Trump. É um radical”, disse o presidente na tarde deste domingo.

Mark Zaid, advogado do denunciante, garantiu no sábado em entrevista à rede CBS que seu cliente espera que seu testemunho seja tratado de maneira “não partidária” e que está pronto para responder “por escrito e sob juramento” às perguntas dos congressistas republicanos.

Segundo ele, o inspetor-geral dos serviços de Inteligência poderá verificar sua identidade, o que permitiria “satisfazer” aos republicanos e, ao mesmo tempo, proteger seu anonimato.

Fonte: Yahoo!

Scroll Up