Três sinais de que a sua vida está caminhando para o desequilíbrio

Parecia que estava tudo correndo tranquilamente, e de repente, sabe quando você nota que alguma coisa não vai bem na sua vida? Conheça três sinais de que tudo pode estar prestes a entrar em desequilíbrio, ou seja, dar errado mesmo, e passe bem longe deles!

Falar constantemente no passado ou no futuro

Você está no presente, mas parece ignorá-lo e não para de viver com base no que já passou ou no que virá. Tudo fica muito mais difícil quando “passamos grande parte do dia ruminando os acontecimentos do passado ou projetando o que acontecerá no futuro. Se estamos no trabalho, não vemos a hora de chegar em casa. Se estamos em casa estamos preocupados com algo que temos que resolver no trabalho no dia seguinte. Estresse, ansiedade e depressão, são transtornos que podem surgir, caso você condicione a sua vida a este padrão”, explica a psicóloga Adriana Cardoso, do Harmonie Instituto e a frente do site vivendo o momento presente.

A profissional destaca que o passado é importante, por dar referência do que foi vivido e do que se é hoje, “mas ele pode ficar lá, no lugar dele e ser acessado somente quando for útil no momento presente. O mesmo vale para o futuro: cuidar e planejar é muito bom, porém, temos que ter a clareza do que queremos, de nossas metas e nossos sonhos, para que possamos planejar as ações que devemos realizar no presente. Entenda: se você cuidar do seu presente, terá um belo futuro e boas lembranças do seu passado”.

Viver no piloto automático

Viver nesse estado é estar ali mas não estar presente, entende? Sabe quando alguém está na sua frente, mas faz frases feitas, tem sorrisos prontos, atitudes previsíveis e por aí vai? “estar constantemente no passado, estar sempre projetado no futuro, fazer inúmeras coisas simultaneamente, estar o tempo todo conectada também são comportamentos que nos levam a uma vida no piloto automático”, esclarece a profissional.

Segundo adriana, “isso é estar desconectada de suas experiências sensoriais, do que está realizando no momento. Pode até ser uma ótima solução adaptativa dos seres humanos, já que assim o cérebro economiza energia. Bom para ele, péssimo para você. Estar constantemente no automático nos desconecta de nós mesmos, de nossas sensações, emoções, pensamentos. Perdemos o controle de nossas ações e nos tornamos pessoas reativas. Isto afeta significativamente nosso estado emocional, nossa saúde mental e a qualidade de nossas relações. Cultive a atenção plena em suas atividades diárias e em suas relações”.

Ficar apegada aos sentimentos e acontecimentos negativos

Você tem que concordar: ninguém gosta de gente negativa, que só abre a boca para reclamar. Principalmente quando se vive no piloto automático, é fácil não perceber o padrão de pensamentos. “neste sentido, é muito mais fácil nos engajarmos em pensamentos negativos nas situações desafiadoras. Os pensamentos entram em um espiral de negatividade, e começam a alimentar emoções como medo, raiva, tristeza, etc., que por sua vez refletem-se em comportamentos reativos”, ressalta a especialista.

Quando se é assim, não é tão simples mudar, mas a psicóloga tem duas dicas valiosas para você enxotar essa vibe ruim da sua vida. “primeiro, aceite os momentos difíceis com abertura, isso possibilita o entendimento de que aquilo é passageiro. Te ajuda lidar com o problema de forma mais leve, sem sobrecarregá-lo de julgamentos que os tornam mais difíceis. Outra opção é exercitar o seu estado de presença. Observar e se policiar quando seus pensamentos estão focados no passado ou tentando antecipar acontecimentos futuros, te traz para a realidade. Dedique a sua atenção a resolver o que está à sua frente, neste momento”.

Scroll Up