Três alpinistas e dois pilotos morrem durante pouso forçado de helicóptero no Tadjiquistão

Cinco pessoas morreram durante um pouso forçado de uma aeronave no Tadjiquistão, no continente asiático. Três alpinistas e dois pilotos do helicóptero não resistiram aos ferimentos após o acidente, que aconteceu neste domingo na área da cordilheira Pamir, no leste daquele país.

Outras pessoas que estavam na mesma aeronave sobreviveram: 12 alpinistas e um membro da tribulação. Dos sobreviventes, dois são oriundos da Bielorrússia e da Espanha, os outros são russos, conforme a BBC. Já o funcionário sobrevivente que os acompanhava era do Tadjiquistão.

Segundo a reportagem, agências russas informaram que eles haviam embarcado na aeronave em um acampamento próximo a uma região glacial, no pico da montanha Ismaili Samani.

A BBC informou ainda que o helicóptero caiu numa região localizada a cerca de 300 quilômetros a leste da capital daquele país. Com quase 7.500 metros de altura, a montanha Ismoili Somoni é a mais alta do Tadjiquistão e uma atração turística daquele país.

 

Fonte: Extra