Torcedor do Barça aciona Justiça para impedir ida de Messi para o PSG

Um membro do FC Barcelona entrou com uma ação em um tribunal da França e na Comissão Europeia com o objetivo de impedir qualquer transferência de Lionel Messi para o clube francês Paris Saint-Germain (PSG), de acordo com documentos vistos pela Reuters nesta segunda-feira (9).

Na ação, compartilhada pelo advogado do torcedor, Juan Branco, o membro do clube alega que as autoridades de futebol da França não aplicam suas próprias regras de fair play financeiro (FPF) para ajudar o PSG a se tornar uma potência do futebol europeu.

O Barcelona, assim como seu principal rival da liga espanhola, Real Madrid, é de propriedade total dos sócios assinantes.

As regras de FPF impedem os maiores times de futebol europeus de pagarem aos seus elencos uma parcela excessiva de suas rendas totais, segundo a ação, que afirma que a transferência do astro argentino de 34 anos para o PSG violaria o código.

O PSG, a liga profissional de futebol francesa LFP e a Comissão Europeia não responderam de imediato a pedidos de comentários.

Em abril, Sam Boor, gerente sênior do grupo de negócios esportivos Deloitte, disse à Reuters que a Uefa mantém historicamente a postura de que salários equivalentes a 70% da renda deveriam ser o teto visado pelos clubes, acrescentando que vários times grandes podem ultrapassar esta cifra e possivelmente ir além dos 100% no curto prazo.

Qualquer transferência de Messi de Barcelona para Paris constituiria uma distorção da concorrência com outras ligas nacionais, alega a ação, e seria prejudicial para os torcedores do Barcelona.

Esta distorção, por sua vez, afetaria a concorrência no mercado de futebol dentro da União Europeia, de acordo com a ação apresentada ao Executivo do bloco.

Fonte: Agência Brasil

Scroll Up