24 de maio, 2024

Últimas:

‘Tentei salvar elas, por isso ele pegou eu’, diz mãe atropelada com crianças por idoso sem CNH em Piracicaba

Anúncios

A mulher de 29 anos que foi atropelada com suas filhas de 1 e 4 anos, nesta segunda-feira (29), em Piracicaba (SP), disse que ficou ferida porque tentou salvar as crianças. O idoso de 63 anos que dirigia o carro não tem Carteira Nacional de Habilitação (CNH).

    O caso ocorreu pela manhã, no bairro Monte Líbano. Para a PM, o idoso disse que seguia pela Rua Otília Nascimento da Silva quando, ao chegar no cruzamento com a Rua Gabriela de Souza Rosa, desviou de um ônibus escolar que entrou na via.

    Anúncios

    O motorista também afirmou que teve a visibilidade prejudicada por causa do sol e acabou atingindo a mãe, que empurrava um carrinho de bebê com o filho mais novo, e acompanhava a outra criança.

    “Eu tava indo com elas pra creche, aí ele veio e virou em cima de mim com as crianças. Eu tentei salvar elas primeiro. Foi por isso que ele pegou eu. [Machucou] os dois pés. Tirou raio-x para ver se não quebrou. Por sorte, não fez nada com a de 1 aninho, que amassou o carrinho inteiro”, relatou a mulher.

    Anúncios

    Carrinho de bebê é atingido durante atropelamento em Piracicaba (Foto: Edijan Del Santo/EPTV)

    O motorista do carro, um Volkswagen Gol azul, passou pelo teste do bafômetro. Não foi constatada nenhuma presença de álcool no organismo do idoso, e ele foi autuado por dirigir sem CNH.

    As crianças foram encaminhadas pela a Unidade de Pronto Atendimento (UPA) da Vila Cristina e a mãe para a Central de Ortopedia e Traumatologia (COT) de Piracicaba.

    As crianças, segundo a PM, saíram ilesas do acidente, mas foram socorridas pele Serviço de Atendimento Móvel de Urgência (Samu) e levadas a unidade de saúde, onde foram acompanhadas do pai, que compareceu ao local posteriormente. O veículo foi vistoriado e, depois, liberado para uma pessoa habilitada.

    Motorista atropela mãe e duas crianças no Bairro Monte Líbano em Piracicaba (Foto: Edijan Del Santo/EPTV)

    Mato alto em calçada

    A calçada do local onde aconteceu o acidente está tomada por mato alto.

    “Tem que ser arrumado o mais rápido possível, entrar com providência, tá muito perigoso. Não tem jeito de passar aqui na calçada. Faz tempo que tá desse jeito assim. Deixou tudo assim, aí tem que andar no meio da rua”, reclama a auxiliar de limpeza Maria das Graças.

    Em nota, a Prefeitura de Piracicaba informou que o terreno é particular e que o dono vai ser notificado para que faça a limpeza do mato e construa uma calçada no local, mas não deu um prazo para que isso aconteça.

    Fonte: G1

    Talvez te interesse

    Últimas

    Reforçadas pela tradição japonesa e pela forte imigração na região paulistana, arquitetura tradicional nipônica se une à brasileira em construções...

    Categorias