Tênis: Wimbledon não terá pontos por proibição a russos e belarussos

O torneio de Wimbledon teve seus pontos retirados pela ATP e a WTA, nesta sexta-feira (20), depois da decisão de excluir tenistas da Rússia e de Belarus este ano por conta da invasão da Ucrânia pelo governo de Moscou.

As entidades que comandam o tênis masculino e feminino proibiram Rússia e Belarus de participarem de competições internacionais por equipes depois da invasão, que é chamada por Moscou de “operação especial”, mas permitiram que atletas dos dois países continuem competindo de forma neutra.

“A capacidade de jogadores de qualquer nacionalidade de entrarem em torneios de acordo com mérito, e sem discriminação, é fundamental para nosso circuito”, afirmou a ATP em nota. “A decisão de Wimbledon de banir jogadores russos e bielorrussos de competições no Reino Unido neste verão compromete esse princípio e a integridade do sistema de ranqueamento da ATP. Também é inconsistente com nosso acordo de rankings”. “Se não houver mudança nas circunstâncias, lamentamos e relutamos, mas não vemos outra opção a não ser remover os pontos do ranking ATP do torneio de Wimbledon 2022”.

A medida de remoção dos pontos do ranking transforma efetivamente o mais famoso torneio de tênis do planeta em um evento de exibição.

Fonte: Agência Brasil