Tempestade alaga ruas e avenida Nações Unidas em Bauru; vídeo

Choveu forte em Bauru (SP) na tarde desta sexta-feira (27). A tempestade se formou por volta das 16h e o céu escureceu. Os ventos atingiram cerca de 40 km por hora, segundo dados do Instituto de Pesquisas Meteorológicas da Unesp.

A temperatura que estava em 36 graus caiu 10 graus em meia hora. Algumas ruas ficaram alagadas, como a São Gonçalo, na Vila Santa Tereza.

A Avenida Nações Unidas também teve pontos de alagamento. Na altura do viaduto sob a linha férrea, um motociclista tentou passar, mas não conseguiu e o veículo acabou rodando na água.

Veja vídeo.

Já em outros pontos da cidade, como o Jardim Ferraz e no centro, chegou a chover granizo.

Em pontos da cidade chegou a chover granizo — Foto: Sérgio Pais / G1
Em pontos da cidade chegou a chover granizo (Foto: Sérgio Pais / G1)

Os ventos fortes derrubaram um totem de aço que sustentava a fachada de uma loja de pneus na Avenida Duque de Caxias. A queda do totem atingiu a rede elétrica, que entrou em curto e assustou os clientes de um supermercado da região.

O estádio do Noroeste, na Vila Pacífico, também foi atingido por fortes rajadas que derrubaram a cobertura de uma marquise onde ficam as câmeras das emissoras de televisão em dia de jogos. Toda a estrutura cai perto dos alojamentos, mas ninguém se feriu.

Totem de aço com painel de uma loja caiu com a força dos ventos na Avenida Duque de Caxias — Foto: Arquivo pessoal
Totem de aço com painel de uma loja caiu com a força dos ventos na Avenida Duque de Caxias (Foto: Arquivo pessoal)
No estádio do Noroeste, cobertura do setor de filmagem, acima da tribuna, foi completamente arrancado pela força do vento — Foto: Bruno Freitas/EC Noroeste
No estádio do Noroeste, cobertura do setor de filmagem, acima da tribuna, foi completamente arrancado pela força do vento (Foto: Bruno Freitas/EC Noroeste)
Morador registrou a chuva de granizo no centro de Bauru  — Foto: José Manza/Arquivo pessoal
Morador registrou a chuva de granizo no centro de Bauru (Foto: José Manza/Arquivo pessoal)

Fonte: G1

Scroll Up