Suspeito de matar ex-companheira com golpe ‘mata-leão’ em Ibitinga é solto após laudo apontar morte da jovem por overdose

A Justiça determinou a soltura do homem suspeito de matar a ex-companheira em Ibitinga em abril deste ano. A jovem de 28 anos foi encontrada morta no dia 20 de fevereiro dentro da casa dela na Vila dos Bancários

Em decisão do dia 18 de junho, o juiz aponta que o laudo médico atestou que a vítima morreu de overdose e não por ação do suspeito. Com o alvará, a Justiça determinou a soltura imediata que foi cumprida nesta sexta-feira (25).

Quando a vítima, Calina Oliveira Pereira, foi encontrada morte não havia nenhuma lesão aparente na vítima, mas o ex-companheiro dela foi identificado e preso no dia seguinte em Itápolis.

Ele confessou que havia usado o golpe conhecido como mata-leão para se defender de agressões da ex-companheira e acreditava que isso teria provocado a morte dela.

Porém, agora com o laudo, a investigação de feminicídio foi suspensa e de acordo com a Polícia Civil, o caso está concluído como morte por overdose, sem natureza criminal.

Fonte: G1

Scroll Up