Suspeito de matar empresário durante carona em rodovia no interior de SP é preso

O homem suspeito de matar um empresário que lhe deu carona com uma facada no peito, durante um assalto, foi preso na manhã desta quarta-feira (16). O crime ocorreu na Rodovia Marechal Rondon (SP-300), entre Cafelândia (SP) e Guarantã (SP).

Corpo do empresário Sérgio Minoru Yamada será sepultado nesta quinta-feira (17), em Cafelândia — Foto: Reprodução/Facebook
Corpo do empresário Sérgio Minoru Yamada será sepultado nesta quinta-feira (17), em Cafelândia (Foto: Reprodução / Facebook)

O suspeito, de 45 anos, que não teve a identidade revelada, foi preso pela Polícia Ambiental de Lins (SP) enquanto caminhava pela via férrea próximo à rodovia, entre as duas cidades.

Suspeito foi levado para a delegacia de Guarantã (SP) — Foto: Polícia Ambiental/Divulgação
Suspeito foi levado para a delegacia de Guarantã (SP) (Foto: Polícia Ambiental/Divulgação)

Segundo informações policiais, o suspeito pegou carona com o empresário Sérgio Minoru Yamada na saída de Cafelândia. Após algum tempo de viagem, o assalto teria sido anunciado e a facada dada. O empresário, que tinha comércio em Guarantã e era morador de Cafelândia, morreu no local do crime.

Uma equipe da Polícia Ambiental iniciou buscas pelas redondezas até encontrar o suspeito caminhando nos trilhos de trem. Ele tentou fugir ao notar a viatura, mas acabou sendo detido, recebeu voz de prisão e foi apresentado na delegacia de Guarantã, onde acabou indiciado por latrocínio.

Sérgio Minoru Yamada, de 56 anos, será velado a partir do início da noite desta quarta-feira, em Cafelândia, e seu sepultamento está marcado para as 11h desta quinta-feira (17), no cemitério municipal da cidade.

Faca utilizada no latrocínio — Foto: Polícia Ambiental/Divulgação
Faca utilizada no latrocínio (Foto: Polícia Ambiental/Divulgação)

Fonte: G1