Suspeito de matar a ex no interior de SP confessa no Facebook: ‘Me traiu’

AdSense Postagem 01

Postagem Única 01 Mobile

Francisca Sérgio foi assassinada a facadas pelo ex-namorado (Foto: Reprodução/ Facebook)
José Souza e Francisca Sérgio (Foto: Reprodução/Facebook)
José Souza e Francisca Sérgio (Foto: Reprodução/Facebook)

O pedreiro José Souza, ex-namorado de Francisca Sérgio, assassinada na madrugada desta sexta-feira (27), em Rio Claro, confessou o crime em uma postagem feita no Facebook durante a manhã. “Matei porque me traiu”, escreveu na rede social, provocando reações de desconfiança e decepção. Segundo a Polícia Militar, o suspeito de 42 anos fugiu após o assassinato e ainda não foi localizado.

O homicídio aconteceu no Jardim das Palmeiras. A PM informou que recebeu uma ligação sobre uma briga de casal na Rua 15 e, quando chegou ao local, encontrou a gerente de 30 anos morta com marcas de facadas pelo corpo.

O ex-namorado foi considerado como suspeito e, horas depois, escreveu que tinha cometido o crime. Sem acreditarem no post, amigas começaram a questioná-lo e ele respondeu que, enquanto ajudava Francisca a criar os filhos, ela o traía.

Após a resposta, novos comentários surgiram. “Não acredito que você fez isso”, escreveu uma amiga. “Não acredito nisso, que coisa mais triste”, afirmou outra. Mas essas mensagens não tiveram resposta.

Homem confessa no Facebook que matou a ex-namorada em Rio Claro (Foto: Reprodução/Facebook)
Homem confessa no Facebook que matou a ex-namorada em Rio Claro (Foto: Reprodução/Facebook)

Violência contra a mulher

Elissandra Anunzio Polli (Foto: Reprodução/Facebook)
Elissandra Anunzio Polli (Foto: Reprodução/Facebook)

Foi o segundo assassinato de uma mulher registrado na região em apenas dois dias. Na manhã de quinta-feira (26), a professora Elissandra Anunzio Polli foi encontrada morta com lesões no rosto e um cadarço branco enrolado no pescoço em sua casa, em Matão.

A polícia deu início à investigação e chegou a um suspeito que morava em uma república de trabalhadores ao lado da residência da vítima. Segundo o delegado Alfredo Gagliano Junior, a intenção do homem era violentar a professora e ela reagiu. Ele confessou o crime e vai responder por homicídio qualificado.

Fonte: G1

Postagem Única 02 Mobile

Anunciantes