Suspeito de fazer parte de quadrilha que explodiu caixas eletrônicos é morto em tiroteio com a PM de Botucatu

m homem foi morto ao trocar tiros com a Polícia Militar, na madrugada desta terça-feira (20), em Bofete (SP).

Segundo as primeiras informações, a PM havia recebido uma denúncia de que um dos suspeitos de explodir caixas eletrônicos e bloquear rodovia com carreta em chamas, na última quarta-feira (14) estaria escondido em uma chácara na zona rural da cidade.

Os policiais foram até o local com o apoio da PM de Botucatu (SP). Ao chegarem na chácara, os policiais foram recebidos com tiroteio.

Na troca de tiros, o suspeito foi atingido na perna e no abdômen, foi socorrido mas não resistiu aos ferimentos.

Ao revistar a casa do suspeito, os PMs apreenderam uma grande quantidade de drogas, armas de uso exclusivo das Forças Armadas e granadas. Ainda segundo a polícia, o suspeito morto na ação estava escondido em Bofete mas era da baixada santista.

Crime cinematográfico

Na última quarta-feira, criminosos invadiram uma agência bancária e uma lotérica de Bofete (SP). Segundo a Polícia Civil, que investiga o caso, os criminosos chegaram na cidade em cinco carros diferentes e a quadrilha contava com cerca de 20 criminosos.

De acordo o delegado Lourenço Talamonte, na lotérica não houve explosões e os criminosos fugiram levando o cofre do local. Já da agência bancária não foi levado nada.

Na fuga os criminosos ainda atearam fogo em um caminhão para bloquear uma das rodovias na saída da cidade. O homem também já tinha passagens por tráfico e sequestro.

Fonte: G1