Submarino americano acidentado no Mar da China colidiu com monte desconhecido

O submarino de propulsão nuclear americano, que sofreu sérios danos em um acidente enquanto navegava no Mar da China Meridional em outubro, colidiu com um monte submarino que não aparecia nos mapas, segundo os primeiros resultados da investigação, publicados nesta segunda-feira (1º).

“A investigação determinou que o USS Connecticut atingiu um monte submarino desconhecido enquanto operava em águas internacionais na região do Indo-Pacífico”, informou um porta-voz da 7ª Frota em um comunicado.

As conclusões da investigação foram entregues ao vice-almirante Karl Thomas, comandante da 7ª Frota, que opera na região, para determinar se sanções devem ser adotadas, destacou o porta-voz.

O USS Connecticut, um submarino de propulsão nuclear da classe Seawolf, atingiu um objeto não identificado em 2 de outubro, enquanto navegava em imersão no Mar da China Meridional. Onze marinheiros ficaram feridos.

A embarcação devia sair à superfície, mas conseguiu navegar e chegar à ilha de Guam, território americano no Pacífico.

Pequim reivindica a quase totalidade do Mar da China Meridional e construiu ali pequenas ilhas e atóis.

Os Estados Unidos e seus aliados patrulham regularmente as águas internacionais da região.

O Instituto Naval dos Estados Unidos, centro de análises independente, mas vinculado à Marinha americana, reportou que o acidente causou danos menores e moderados na embarcação, segundo seu boletim, USNI News.

A planta nuclear do submarino não sofreu danos, segundo a publicação.

Fonte: Yahoo!

Scroll Up