Seleção pega ‘freguês’ EUA em último teste antes das Eliminatórias

AdSense Postagem 01

Postagem Única 01 Mobile

Três dias após derrotar a Costa Rica, a Seleção Brasileira volta a disputar amistoso nesta terça-feira. Em seu último teste antes do início das Eliminatórias para a Copa de 2018, o time canarinho encara os Estados Unidos às 21h40 (de Brasília) no Gillete Stadium, na cidade norte-americana de Foxborough.

Se dependesse apenas do retrospecto, o selecionado canarinho já entraria em campo com vantagem. São 16 vitórias brasileiras em 17 duelos entre as seleções – o único triunfo dos EUA foi na Copa Ouro de 1998. O último confronto aconteceu em 2012, quando Neymar e cia. golearam por 4 a 1.

Desta vez, porém, a tendência é que o maior craque brasileiro assista a boa parte do amistoso do banco de reservas. Dunga dá sequência ao planejamento de “dar mais chances para mais jogadores” na data-limite para experimentos na equipe que joga as Eliminatórias a partir do mês que vem.

A exemplo do que fez na vitória por 1 a 0 sobre a Costa Rica, o técnico deve usar escalação alternativa para vislumbrar situações em que a Seleção não terá Neymar. O camisa 10 estará ausente nas primeiras rodadas das Eliminatórias, de modo que o protagonismo terá que ser dividido sem sua presença.

No último treino Dunga escondeu suas intenções impedindo a presença da imprensa. Mesmo mantidas sob sigilo, as mudanças são certas. Até uma reformulação geral é possível, ainda que o desentrosamento pudesse impedir avaliações individuais dos que serão testados.

Seja qual for o Brasil que estará em campo, Dunga espera no duelo com os Estados Unidos um ensaio bastante digno antes das Eliminatórias. Ele lista as qualidades com as quais seus comandados terão que estar alertas. “Há a forma de jogar, agressiva e compacta, com velocidade e marcação. Eles tem a paciência de esperar um adversário errar para fazer o contragolpe”, analisa.

O cuidado não é exagerado, visto que a seleção norte-americana venceu o Peru por 2 a 1 na última sexta-feira. Desde então o técnico Jurgen Klinsmann convocou mais três jogadores para encarar o Brasil, entre os quais está o meio-campista Michael Bradley, que pode ser titular.

A má notícia é a ausência da estrela Clint Dempsey, que ainda não reúne condições físicas para atuar pelos EUA. “Ele ainda não está 100%, então concordamos em deixá-lo de fora para que continue progredindo frente à partida do próximo mês contra o México”, confirma Klinsmann, já de olho no confronto válido pelos playoffs da Copa das Confederações.

FICHA TÉCNICA – ESTADOS UNIDOS X BRASIL

Local: Gillete Stadium, em Foxborough-EUA

Data: 08 de setembro de 2015, terça-feira

Horário: 21h40 (de Brasília)

Árbitro: Joel Aguilar (El Salvador)

Assistentes: William Torres (El Salvador) e Douglas Bermudez (El Salvador)

ESTADOS UNIDOS: Guzan, Broks, Orozco, Rean e Jones; Bedoya, Zaroes, Jermaine (Bradley) e Yedlin; Altidore e Wood (Morris)

Técnico: Jurgen Klinsmann

BRASIL: Marcelo Grohe (Alisson); Danilo, Miranda, David Luiz (Marquinhos) e Marcelo; Fernandinho, Luiz Gustavo (Elias), Philippe Coutinho, Rafinha e Lucas; Roberto Firmino

Técnico: Dunga

Fonte: Yahoo!

Postagem Única 02 Mobile

Anunciantes