Segurança: Botucatu terá Centro Integrado de Operações de Inteligência

AdSense Postagem 01

Postagem Única 01 Mobile

O município de Botucatu vai ter um Centro de Operações de Inteligência que vai reunir em um só local agentes públicos da área de segurança envolvendo a Guarda Municipal, Polícia Militar e Polícia Civil, além do uso de equipamentos de vigilância como câmeras nas entradas da cidade e áreas de grande concentração popular e econômica.

Uma Emenda no Orçamento da União, no valor de R$ 220 mil foi incluída pelo deputado federal Arnaldo Jardim (Cidadania) a pedido do deputado estadual Fernando Cury e também do secretário Marcelo Emílio de Oliveira e do vereador Paulo Renato.

O projeto do Centro de Operações vai permitir que ações em conjunto das forças de segurança da cidade sejam planejadas no local que deverá ter ainda um centro de controle para câmeras de segurança do Município que serão instaladas em pontos chaves, na entrada da cidade, regiões comerciais e áreas de grande concentração popular, como praças, jardins e prédios públicos.

“Essa emenda de duzentos e vinte mil reais vai permitir ao município de Botucatu construir uma central de operações integrada das forças de segurança, reunindo ainda equipamentos de vigilância com câmeras. O recurso já está no orçamento de 2020 e fui informado que a Prefeitura de Botucatu já fez o ‘aceite’ na documentação online para receber os recursos”, explicou o deputado Fernando Cury.

A Central de Operações começou a ser planejada na gestão do ex-prefeito João Cury e foi mantido na gestão do atual prefeito Mário Pardini. Segundo Marcelo Emílio de Oliveira, Secretário Municipal de Segurança o projeto aguardava os recursos para iniciar a implantação.

“A Central de Operações vai ser gerenciada pela GCM que abrirá espaço compartilhado para as forças de segurança e sociedade civil, onde ocorrerão as reuniões de planejamento de trabalho. Nosso planejamento é fazer com que a central obtenha imagens de vários pontos da cidade onde serão instaladas câmeras de segurança e da iniciativa privada que concordar em oferecer imagens formando o nosso cerco eletrônico. O planejamento é construir um prédio ao lado da Pinacoteca onde funcionava o juizado criminal. Já temos o projeto elaborado pelo Município”.

O deputado Fernando Cury lembrou que o pedido foi articulado com a Prefeitura de Botucatu. “Essa emenda já está no orçamento e foi articulada em conjunto com a Prefeitura e Secretaria de Segurança Municipal. Botucatu é uma das cidades do Brasil com menor taxa de criminalidade em municípios com cerca de 100 mil habitantes. A sensação de segurança vai aumentar ainda mais com o planejamento de ações envolvendo as forças de segurança da cidade, que desejavam uma central como essa que está sendo viabilizada na cidade com ajuda do deputado federal Arnaldo Jardim que incluiu os recursos no orçamento deste ano. Agora é superar as etapas burocráticas para liberação do dinheiro e iniciar o projeto”, destacou Fernando Cury.

Por Haroldo Amaral – Jornal Leia Notícias

Postagem Única 02 Mobile

Anunciantes