Segundo suspeito de atirar contra policiais e roubar armas é morto durante confronto em Taquarituba

AdSense Postagem 01

Postagem Única 01 Mobile

O segundo suspeito de roubar armas de policiais militares, atirar contra eles e fugir com a viatura, na última sexta-feira (2), em Taquarituba (SP), foi morto durante uma abordagem feita pela Polícia Militar na rodovia Eduardo Saigh (SP-255), nesta terça-feira (6). O primeiro suspeito já havia sido preso na sexta-feira.

De acordo com a polícia, uma equipe foi informada de que o suspeito, que já havia sido identificado e tinha passagens pela polícia, estaria na rodovia tentando sair da cidade.

Os policiais foram atrás do rapaz, que teria tentado reagir e apontado uma arma de fogo. A equipe policial atirou e o suspeito morreu baleado no local.

Ainda segundo a polícia, uma equipe da perícia técnica foi acionada e o caso será investigado. As armas de fogo da PM que tinham sido roubados foram recuperadas.

Policiais foram baleados e tiveram armas roubadas após abordagem (Foto: Reprodução/TV TEM)
Policiais foram baleados e tiveram armas roubadas após abordagem (Foto: Reprodução/TV TEM)

Entenda o caso

Dois policiais militares, de 45 e 33 anos, foram agredidos e baleados por uma dupla de criminosos durante a madrugada. Os suspeitos conseguiram roubar a arma dos PMs, atiraram contra eles e, em seguida, fugiram com a viatura.

De acordo com o coronel da Polícia Militar Luiz Cézar Júnior, os policiais realizavam patrulhamento, quando deram sinal de parada para os ocupantes de um carro que trafegava no Jardim Santa Virgínia. Porém, o motorista do veículo não parou e houve perseguição até um terreno.

“A viatura da Polícia Militar suspeitou da atitude dos cidadãos. Acionou os sinais luminosos, mas o veículo empreendeu fuga e foi acompanhado até um terreno. Os policiais pararam logo atrás e verbalizaram. Eles obedeceram e os policiais militares se aproximaram”, diz o coronel. 

Caso aconteceu durante abordagem de rotina no Jardim Santa Virgínia (Foto: Reprodução/TV TEM)
Caso aconteceu durante abordagem de rotina no Jardim Santa Virgínia (Foto: Reprodução/TV TEM)

Contudo, os militares acabaram rendidos pelos criminosos. Eles roubaram a arma dos oficiais e atiraram contra eles. “Infelizmente, um dos criminosos entrou em luta corporal no ato da revista pessoal, tomou a arma e alvejou o primeiro e depois o segundo. Ele tentou a fuga do veículo, mas como não ia conseguir, entrou na viatura e depois a abandonou cerca de 800 metros do local da abordagem”, conta.

Um dos militares foi atingido nas costas e, depois de ser socorrido, precisou ser transferido para o hospital em Botucatu (SP). Já o outro PM foi atingido de raspão no abdômen e segue internado em Taquarituba. Apesar dos ferimentos, o estado de saúde dos dois é considerado estável.

Ainda segundo a PM, as duas pistolas e um fuzil que eram usadas pelos policiais foram levadas pelos criminosos.

Prisão

O primeiro suspeito de atirar contra os dois policiais militares foi preso na tarde de sexta-feira (2). De acordo com a Polícia Civil, após investigações, policiais apuraram que um homem, de 29 anos, teria participado do crime e estaria em uma casa no bairro Pedro Barros.

Os policiais foram até o local e encontraram o suspeito, que confessou que estava no momento da abordagem, mas alegou que quem atirou foi o comparsa que havia acabado de comprar drogas .

Ainda segundo a polícia, o homem foi encaminhado para a delegacia e a prisão temporária foi solicitada à Justiça.

Fonte: G1

Postagem Única 02 Mobile

Anunciantes