Scott Weiland morreu de overdose de cocaína, MDA e álcool, diz site

Scott Weiland, de 48 anos, ex-vocalista do Stone Temple Pilots e do Velvet Revolver, morreu de overdose de cocaína, MDA (methylenedioxyamphetamine) e álcool, segundo exame toxicológico. As informações são do site TMZ.

O resultado da autópsia foi divulgado nesta sexta (18) e diz ainda que uma doença cardiovascular aterosclerótica, asma e “dependência de multi-substância” tiveram papel “significativo” na morte do cantor.

Weiland foi encontrado morto na noite do dia 3 de novembro, dentro do ônibus de sua banda, a Scott Weiland & the Wildabouts, no estado de Minnesota, nos Estados Unidos. O grupo estava em turnê.

Weiland é considerado um dos cantores mais conhecidos da cena grunge, que revelou bandas como Nirvana, Pearl Jam e Soundgarden.

Weiland lutava contra o abuso de drogas e álcool há anos. “Não consigo lidar com a morte dele”, disse Jamie Weiland, viúva do músico, ao jornal “Los Angeles Tribune”.

Artistas e amigos do roqueiro lamentaram a morte, nas redes sociais. O guitarrista Dave Navarro, ex-Red Hot Chili Peppers, disse: “Tão precoce. Não é a minha perda, é a nossa perda”. O também guitarrista Slash, que tocou com Weiland no Velvet Revolver, comentou na ocasião da morte do vocalista que era “um dia triste”.

Segundo nota publicada no perfil de Weiland no Facebook, confirmando a morte dele, o cantor “morreu enquanto dormia durante uma parada do ônibus na turnê em Bloomington, no estado de Minnesota, com sua banda, The Wildabouts”.

Ídolo do grunge

Nascido na Califórnia, Weiland havia admitido uma longa história de abuso de substâncias.

Ele foi expulso do Stone Temple Pilots em 2013 por “comportamento destrutivo”, segundo o advogado de seus companheiros no grupo. Weiland havia se apresentado com a banda Velvet Revolve por vários anos.

Weiland era conhecido por seus vocais guturais e o cabelo tingido de vermelho, e foi um símbolo da era grunge na década de 1990 como vocalista e letrista dos Stone Temple Pilots. Hábil em alterar seu estilo vocal, ele às vezes cantava através de um megafone em shows.

O Stone Temple Pilots, banda mais importante de Weiland, surgiu em 1989 na cidade americana de San Diego, na Califórnia, fazendo rock alternativo com influências do grunge. Ficou ativa até 2002, e os integrantes voltaram em 2008. A banda continou na ativa após a saída de Weiland, com Chester Bennington (do Linkin Park) nos vocais.

Fonte: G1

Scroll Up