São Paulo vence Sporting Cristal e avança em segundo de grupo na Libertadores

O São Paulo fez sua parte, mas não conseguiu avançar às oitavas de final da Libertadores como primeiro colocado do Grupo E. Nesta terça-feira o time recebeu o Sporting Cristal, no Morumbi, pela última rodada da primeira primeira fase da competição, e não tomou conhecimento do adversário mais uma vez, vencendo por 3 a 0, repetindo o placar do jogo de ida, no Peru. Os gols são-paulinos foram marcados por Bruno Alves, Rojas e Vitor Bueno.

Com o resultado, o Tricolor se classificou ao mata-mata da competição como segundo colocado da chave. O Racing passou como líder, já que venceu o Rentistas, na Argentina, e confirmou a vantagem de três pontos sobre o São Paulo.

Tanto Tricolor quanto Racing aguardam o sorteio das oitavas de final da Libertadores para descobrirem quem serão seus adversários na próxima fase do torneio. O evento acontece na próxima semana, mais precisamente na quarta-feira, dia 2 de junho.

O São Paulo começou o jogo de maneira tímida. Nos 15 primeiros minutos, o Tricolor manteve a posse de bola, mas não ameaçou a equipe do Sporting Cristal. Os donos da casa só foram chegar com perigo, de fato, aos 16, quando Rojas se livrou da marcação e carimbou a trave do time peruano, ficando próximo de abrir o placar.

Daí em diante, o São Paulo passou a pressionar o Sporting Cristal de forma mais contundente. Hernanes e Rodrigo Nestor tiveram chances de marcar, mas faltava pontaria. Aos 24 minutos, no entanto, o gol tricolor, enfim, aconteceu. Em cobrança de escanteio do Profeta, Bruno Alves cabeceou firme, contando com um desvio na trave para marcar o 300º tento tricolor na competição continental.

Tendo de correr atrás do prejuízo, os peruanos responderam somente aos 28 minutos, com Ávila, que foi conduzindo a bola pela direita, puxou para o meio e decidiu experimentar da entrada da área, mandando para fora.

Antes do apito final, o Tricolor ainda teve a chance derradeira de ampliar o marcador ainda no primeiro tempo. Aos 43, Shaylon chegou na linha de fundo e cruzou na medida para Rojas, que cabeceou por cima do gol.

O São Paulo voltou para o segundo tempo disposto a ampliar sua vantagem no placar. Logo nos primeiros minutos, o técnico Hernán Crespo decidiu muda a forma de jogar de sua equipe, sacando Hernanes e Eder para a entrada de Galeano e Vitor Bueno, respectivamente. Com mais velocidade pelas pontas, o Tricolor passou a ameaçar o adversário com mais frequência.

Aos 13 minutos, Orejuela chegou na linha de fundo e cruzou para o meio da área. A bola passou por todo mundo e saiu pela linha de fundo, assustando o goleiro Duarte. Depois, foi a vez de Diego Costa completar de cabeça o cruzamento da esquerda e carimbar a trave. Na sequência, em nova bola aérea, o zagueiro são-paulino voltou a cabecear forte, mas o arqueiro peruano fez grande defesa para evitar o gol do camisa 4.

Vitor Bueno também teve sua oportunidade de estufar as redes. Aos 17 minutos, o atacante recebeu bom passe em profundidade, ficando cara a cara com Duarte, mas o goleiro levou a melhor fazendo grande defesa ao sair para fechar o ângulo. Mas, de tanto insistir, o São Paulo, enfim, ampliou aos 22. Rojas puxou contra-ataque, levou para o meio e bateu cruzado, no ângulo, sem qualquer chance para o goleiro rival.

E não parou por aí. Mal deu tempo de o Tricolor comemorar o segundo gol e já veio o terceiro. Em nova jogada de contra-ataque, Galeano deu passe açucarado para Vitor Bueno invadir a área, tocar no cantinho e fazer 3 a 0.

Antes do apito final, Diego Costa ainda teve mais uma oportunidade de balançar as redes e transformar a elástica vitória em goleada, mas a noite realmente não era do zagueiro, pelo menos no ataque. Welington fez o cruzamento pela esquerda, rasteiro, e o camisa 4 chegou fechando no segundo pau para finalizar de primeira, carimbando o travessão. Assim, coube aos são-paulinos se conformarem com o triunfo por 3 a 0 no Morumbi.

SÃO PAULO 3 X 0 SPORTING CRISTAL (PER) 

Local: estádio do Morumbi, em São Paulo
Data: 25 de maio de 2021, terça-feira
Horário: 21h30 (de Brasília)
Árbitro: Wilmar Roldan (COL)
Assistentes: Miguel Roldan (COL) e Sebastian Vela (COL)

Gol: Bruno Alves, aos 24 do 1ºT, Rojas, aos 22 do 2ºT, Vitor Bueno, aos 24 do 2ºT (São Paulo)
Cartões amarelos: Bruno Alves (São Paulo); Calcaterra e Lora (Sporting Cristal)

SÃO PAULO: Lucas Perri; Diego Costa, Rodrigo e Bruno Alves; Orejuela (Everton Felipe), Hernanes (Galeano), Nestor, Shaylon e Welington (Bruno Rodrigues); Rojas (Paulinho Boia) e Eder (Vitor Bueno).
Técnico: Hernán Crespo.

SPORTING CRISTAL: Duarte; Madrid (Chávez), Lora, González, Merlo e Loyola ; Távara, Calcaterra (Pretell) e Hohberg (Riquelme); Ávila (Grimaldo) e Corozo (Marchán)
Técnico: Roberto Mosquera.

Fonte: Yahoo! – Foto: Staff/Conmebol

Scroll Up