20 de maio, 2024

Últimas:

São Paulo vence o Águia de Marabá e se aproxima das oitavas da Copa do Brasil

Anúncios

O São Paulo venceu o Águia de Marabá nesta quinta-feira, por 3 a 1, no Mangueirão, em Belém, no Pará, pela ida da terceira fase da Copa do Brasil. Wender abriu o placar para os donos da casa. Juan, artilheiro da noite com dois gols, e Luiz Gustavo asseguraram a virada para o Tricolor.

O São Paulo entrou em campo nesta quinta-feira com um time completamente alternativo. Os principais nomes do elenco, Calleri, Arboleda, Alisson, Luciano e James Rodríguez, sequer viajaram para Belém, o que não impediu o técnico Luis Zubeldía de somar sua segunda vitória no comando da equipe e sair na frente pela vaga nas oitavas de final da Copa do Brasil.

Anúncios

O Tricolor volta a entrar em campo pelo torneio no dia 22 de maio, às 21h (de Brasília), contra o Águia de Marabá, no Morumbis. O São Paulo pode ser dar ao luxo de perder por um gol de diferença que, ainda assim, avançará de fase. Antes disso, Luis Zubeldía e seus comandados terão compromissos contra Vitória (fora), Cobresal (fora), Fluminense (casa) e Barcelona de Guayaquil (casa), pelo Campeonato Brasileiro e Libertadores.

O São Paulo dominou o jogo no primeiro tempo. Logo aos 11 minutos o Tricolor teve sua primeira chance para abrir o placar com Michel Araújo, que saiu cara a cara com o goleiro após passe em profundidade de Ferraresi, mas, ao armar o chute, viu a defesa adversária afastar o perigo. Na sequência, Galoppo recebeu pela direita, deu um drible da vaca no marcador e cruzou para a área, mas a zaga do Águia de Marabá desviou, vendo a bola passar em frente ao gol sem ninguém conseguir completar para o fundo das redes.

Anúncios

Um pouco depois, aos 18, foi a vez de Luiz Gustavo ficar com a sobra na entrada da área e finalizar no cantinho, acertando a trave. No rebote, Juan, sem goleiro, completou no cantinho, mas também acertou a trave, desperdiçando uma chance inacreditável. O árbitro marcou impedimento do atacante são-paulino, mas, se o VAR entrasse em caso em caso de gol, provavelmente ele seria validado, já que ele não parecia em posição irregular.

A situação do Águia de Marabá ficou ainda pior aos 27, quando Wander atingiu o rosto de Patryck com o pé em disputa pela bola e recebeu cartão amarelo. Mas, após revisão do VAR, o árbitro decidiu expulsar o jogador do time paraense.

Curiosamente, foi com um a menos em campo que o Águia de Marabá conseguiu abrir o placar. Após cobrança de falta pela direita, a defesa do São Paulo rebateu e Wender ficou com o rebote para bater de primeira, marcando um golaço.

Só que no minuto seguinte o Tricolor chegou ao empate. Galoppo  apareceu pela linha de fundo e cruzou na medida para Juan cabecear para o fundo das redes, empatando o jogo no Mangueirão. Quatro minutos depois o atacante marcou o segundo, também de cabeça, desta vez após cruzamento de Erick, virando o jogo para o São Paulo.

No segundo tempo, Erick fez linda jogada individual dentro da área aos seis minutos e bateu colocado, buscando o ângulo e exigindo grande defesa de Axel. No rebote, Michel Araújo completou de primeira, mas o goleiro do Águia de Marabá, mesmo caído no chão, conseguiu fazer outra boa intervenção para evitar o terceiro gol do São Paulo. Na sequência, Michel Araújo continuou lutando pela bola e acabou sendo derrubado por Betão dentro da área. O árbitro não marcou nada, mas o VAR recomendou a revisão do lance. Após analisar a jogada com o auxílio do vídeo, Arthur Gomes Rabelo manteve sua decisão de campo.

Aos 17, porém, não teve jeito. Após jogada ensaiada de escanteio, Moreira recebeu pela linha de fundo e cruzou para trás. Luiz Gustavo ficou com a sobra depois do bate-rebate na defesa do Águia de Marabá e soltou o pé, vendo a bola carimbar o travessão antes de morrer no fundo das redes, ampliando para o Tricolor.

Antes do apito final o técnico Luis Zubeldía ainda deu alguns minutos para o jovem William Gomes, tido como uma das grandes promessas vindas das categorias de base e que até levou perigo à meta rival, mas o São Paulo não conseguiu ampliar ainda mais a boa vantagem construída ao longo do jogo, se conformando com o triunfo por 2 a 1 e voltando para casa mais próximo da classificação às oitavas de final.

ÁGUIA DE MARABÁ (PA) 1 X 3 SÃO PAULO

Local: Mangueirão, em Belém (PA)
Data: 2 de maio de 2024, quinta-feira
Horário: 19h30 (de Brasília)
Árbitro: Arthur Gomes Rabelo (ES)
Assistentes: Guthieri Javarini Rodrigues (ES) e Adilson Gomes de Oliveira (ES)
VAR: Pablo Ramon Gonçalves Pinheiro (VAR FIFA – RN)

Gols: Wender, aos 35 do 1ºT (Águia de Marabá); Juan, aos 36 e aos 40 do 1ºT, Luiz Gustavo, aos 17 do 2ºT (São Paulo)
Cartões amarelos:
 Caíque Baiano, Braga, Wender, Betão (Águia de Marabá); Nestor, Galoppo, Bobadilla (São Paulo)
Cartão vermelho: Wander (Águia de Marabá)

ÁGUIA DE MARABÁ: Axel; Bruno Limão, David Cruz (João Pabllo), Caíque Baiano, Betão e Wender; Júnior Dindê, Patrick Maranhão (Mariano) e Hitalo (Daelson); Wander e Braga.
Técnico: Mathaus Sodré.

SÃO PAULO: Jandrei; Moreira, Diego Costa (Sabino), Ferraresi e Patryck; Luiz Gustavo (Bobadilla), Galoppo e Nestor (Rodriguinho); Erick (William Gomes), Michel Araújo (Ferreirinha) e Juan.
Técnico: Luis Zubeldía.

Fonte: CBF – Foto: Rubens Chiri/saopaulofc.net

Talvez te interesse

Últimas

Crescimento do setor impulsiona seguradoras a inovarem para oferecer melhores benefícios e mais comodidades aos viajantes...

Categorias