São Paulo paga primeira parcela da rescisão com Crespo

O São Paulo pagou a primeira parcela da rescisão contratual de Hernán Crespo nesta terça-feira. O treinador foi demitido em outubro após não conseguir bons resultados no Campeonato Brasileiro.

Mesmo com este pagamento, ainda há pendências no acordo a serem resolvidas. Crespo e seus representantes não aceitaram um item da proposta enviada pelo clube e ainda conversam para acertar essa questão. Eles ameaçaram entrar na Fifa se isso não fosse solucionado.

O item em debate segue em sigilo pelos dois lados, que tentam aparar todas as arestas antes que uma ação mais drástica seja tomada.

Hernán Crespo, treinador do São Paulo, durante a partida contra o Cuiabá — Foto: Rubens Chiri / saopaulofc.net
Hernán Crespo, treinador do São Paulo, durante a partida contra o Cuiabá (Foto: Rubens Chiri / saopaulofc.net)

Crespo e comissão cederam à maioria das ofertas para diminuir o prejuízo financeiro do clube pela demissão. O São Paulo vive grave crise financeira, com dívidas acima dos R$ 600 milhões, e vai começar a pagar o treinador e os antigos profissionais somente a partir de 2022, em oito parcelas.

Para demitir Hernán Crespo, o clube precisaria pagar mais de R$ 4 milhões para a comissão técnica argentina. Porém, houve negociação durante semanas para reduzir o valor.

O contrato de Crespo com o São Paulo previa uma redução gradativa na multa rescisória. Se ela acontecesse neste ano, o valor seria de 750 mil dólares. Caso ocorresse em 2022, cairia para 500 mil euros (R$ 2,7 milhões).

Crespo deixou o São Paulo após conquistar o Campeonato Paulista, quebrando um jejum de mais de oito anos sem conquistas, mas diante de uma queda evidente de desempenho no Brasileirão e eliminações na Libertadores e na Copa do Brasil.

Ao todo, o argentino dirigiu a equipe em 53 partidas, com 24 vitórias, 19 empates e dez derrotas. O aproveitamento foi de 57,23%.

Fonte: G1

Últimas

Alerta de passagem de forte frente fria sobre o Brasil

07/08/2022

A segunda semana de agosto será marcada por uma atmosfera explosiva sobre o Brasil, pouco comum...

Categorias