São Paulo goleia a Perilima e assegura vaga no mata-mata da Copinha

O São Paulo está classificado para o mata-mata da Copinha. O time comandado por Alex voltou a vencer na noite deste sábado, pela segunda rodada do Grupo 21 da competição, ao enfrentar a modesta equipe da Desportiva Perilima, treinada pelo ex-atacante Reinaldo. O Tricolor não tomou conhecimento do adversário e, com mais facilidade que na estreia, saiu de campo com a goleada por 5 a 0, gols de Pedrinho, Beraldo, Pablo e João Adriano (2).

Com o resultado, o São Paulo assumiu a liderança de sua chave na competição. O São Caetano também venceu seu segundo jogo neste sábado, por 2 a 0, contra o CSE, mas o Tricolor figura em primeiro lugar na tabela pelo saldo de gols.

O próximo compromisso do São Paulo na Copinha será justamente contra o São Caetano. Ambos já estão classificados para a próxima fase do torneio, mas entrarão em campo precisando definir a liderança da chave.

O jogo – O São Paulo precisou de apenas dois minutos para abrir o placar. Após ser derrubado dentro da área, Pedrinho foi para a cobrança de pênalti e não desperdiçou, deslocando o goleiro para garantir a vantagem do Tricolor no Anacleto Campanella.

Pouco depois, Maioli teve ótima chance de ampliar. Lançado em velocidade, o atacante aproveitou a saída do goleiro, conseguiu limpar a marcação e bater para o gol. Porém, o chute saiu mascado, e a defesa da Desportiva Perilima pôde chegar a tempo para evitar o segundo gol são-paulino.

A pressão tricolor não deu trégua. Em cobrança de escanteio de Pedrinho, o zagueiro Lucas Beraldo cabeceou com perigo, mandando próximo à trave adversária. Mas, se não deu para o defensor aos 18, melhor aos 30 minutos. Em novo tiro de canto, ele encobriu o goleiro da Perilima em outro arremate de cabeça para deixar o São Paulo ainda mais tranquilo na partida.

Antes do apito final, o time comandado por Alex ainda teve tempo de carimbar o travessão. Patryck desceu pela esquerda e cruzou na cabeça de Caio, que desviou no capricho, mas faltou sorte para estufar as redes.

O São Paulo se manteve superior no segundo tempo, com diversas chances para deixar a vitória mais elástica. Primeiro foi Vitinho quem levou perigo ao receber ótimo passe de Caio, mas, cara a cara com o goleiro, acabou vendo seu chute ser defendido. Depois, após ótimo lançamento de Pablo, o atacante tricolor invadiu a área a bateu forte de esquerda, forçando outra boa intervenção do arqueiro rival.

Caio também teve boas oportunidades de ampliar para o São Paulo. Primeiro o garoto aproveitou a sobra da boa trama entre Luiz Henrique e Pedrinho, mas, ao finalizar, foi travado. Depois, o camisa 9 tricolor recebeu em velocidade, cortou o defensor, no entanto, escorregou ao finaliza, desperdiçando outra chance.

Mas, de tanto insistir, o São Paulo foi premiado com o terceiro gol já nos minutos finais da partida com o capitão Pablo. O camisa 5 tricolor recebeu na entrada da área e bateu firme, rasteiro, no cantinho, para eliminar qualquer chance de reação dos rivais. Depois, pouco antes do apito final, João Adriano esbanjou oportunismo para marcar duas vezes. Primeiro ele aproveitou o corte da zaga em enfiada para Vitinho para estufar as rede. Depois, ele pegou o rebote da cobrança de falta de Vitinho, no travessão, para completar de cabeça e fechar a conta no Anacleto Campanella.

Fonte: Yahoo!Foto: Rubens Chiri/saopaulofc.net