22 de maio, 2024

Últimas:

São Paulo é derrotado pelo Talleres em sua estreia na Libertadores

Anúncios

O São Paulo estreou na Libertadores com derrota. Nesta quinta-feira, o time comandado pelo pressionado Thiago Carpini visitou o Talleres no estádio Mario Alberto Kempes, em Córdoba, na Argentina, pela primeira rodada do Grupo B, e acabou perdendo por 2 a 1. Ramiro Rodríguez e Rubén Botta balançaram as redes para os donos da casa. Luciano descontou para os visitantes.

Após 18 dias, o São Paulo voltou a entrar em campo, mas perdeu três de seus titulares logo no primeiro tempo por lesão: Rafinha, Lucas Moura e Wellington Rato. Nos minutos finais do primeiro tempo, Carpini foi obrigado a jogar com um homem a menos para não queimar a última parada que tinha direito promovendo a entrada de alguém para a vaga de Rato, o que fez somente no intervalo, e foi justamente neste período que o Tricolor acabou sofrendo o primeiro gol.

Anúncios

O São Paulo volta a entrar em campo na próxima quarta-feira, contra o Cobresal, às 21h30 (de Brasília), no Morumbis, pela segunda rodada do Grupo B da Libertadores. Será o reencontro do time com a sua torcida após quase um mês. Já o Talleres enfrenta o Independiente Rivadavia, pelo Campeonato Argentino, no sábado, e depois terá pela frente o Barcelona de Guayaquil, no Equador, também na quarta, às 23h.

O Talleres teve sua primeira chance de abrir o placar aos 15 minutos, quando Rafinha cruzou uma bola perigosa, entregando de bandeja para o time adversário. Porém, o lateral direito se redimiu desarmando Girotti quando ele já armava o chute, dentro da área. Quatro minutos mais tarde, o veterano tricolor teve de ser substituído por causa de um incômodo na perna esquerda. Ele ainda tentou permanecer em campo, mas não reuniu condições de jogo.

Anúncios

A bruxa estava solta para o lado do São Paulo. Depois de Rafinha, aos 28 minutos foi a vez de Lucas Moura deixar o gramado depois de sentir a musculatura em uma arrancada, dando lugar a Ferreirinha.

O Talleres, sem nada a ver com isso, continuou chegando com perigo. Girotti ficou com a sobra de bola na entrada da área e, ao observar Rafael adiantado, bateu tentando encobri-lo, mas mandou para fora. O Tricolor respondeu com André Silva, que fez o desarme já no campo de ataque e soltou uma bomba, que explodiu no goleiro rival.

Como se não bastasse, antes do intervalo o São Paulo ainda perdeu mais um jogador importantíssimo, Wellington Rato, depois de o adversário cair sobre sua perna. Por ter feito duas substituições, Thiago Carpini preferiu esperar o intervalo para acionar um jogador na vaga do camisa 27, uma vez que tinha direito a apenas mais uma parada – cinco substituições são permitidas em três paradas no decorrer do jogo -, e foi aí que o castigo veio.

Com um a menos nos acréscimos, de oito minutos por causa das longas paradas de atendimento médico, o São Paulo sofreu o gol aos 50 minutos. Ramiro Rodríguez recebeu com certa liberdade dentro da área, dominou e bateu no cantinho, carimbando a trave antes de ver a bola morrer no fundo das redes.

O São Paulo voltou para o segundo tempo com 11 jogadores – Erick entrou na vaga de Wellington Rato, mas o Talleres precisou de pouco tempo para ampliar. Aos oito minutos, após lançamento da defesa, Botta foi para cima de Arboleda, levou para o meio e bateu no cantinho, sem chances para Rafael.

Precisando correr atrás do prejuízo, Thiago Carpini resolveu acionar Galoppo e Luciano nas vagas de Alisson e James Rodríguez. E justamente os dois atletas que participaram da jogada do primeiro gol do São Paulo. Galoppo recebeu na entrada da área e bateu no cantinho, carimbando a trave. No rebote, Luciano completou de primeira, estufando as redes no estádio Mario Alberto Kempes.

Após abrir o placar, Luciano ainda teve outra grande oportunidade aos 36 minutos, quando recebeu de Pablo Maia, girou em cima da marcação, dentro da área, e tocou na saída do goleiro, mas Herrera conseguiu fazer a defesa. Já nos acréscimos, o arqueiro argentino operou um verdadeiro milagre ao protagonizar outra intervenção, praticamente em cima da linha, para garantir a importante vitória para o Talleres na estreia na Libertadores.

TALLERES 2 X 1 SÃO PAULO

Local: estádio Mario Alberto Kempes, em Córdoba (Argentina)
Data: 4 de abril de 2024, quinta-feira
Horário: 21h (de Brasília)
Árbitro: Alexis Herrera (VEN)
Assistentes: Jorge Urrego (VEN) e Tulio Moreno (VEN)
VAR: Juan Soto (VEN)

Gols: Ramiro Rodríguez, aos 50 do 1ºT, Botta, aos 8 do 2ºT (Talleres); Luciano, aos 21 do 2ºT (São Paulo)
Cartões amarelos: Rafinha, Luciano (São Paulo); Benavidez, Portilla, Portillo, Bustos (Talleres)

TALLERES: Herrera; Benavidez, Catalán, Rodríguez e Navarro; Portilla (Galarza), Ortegoza e Marcos Portillo (Juan Portillo); Botta, Sosa (Ramiro Rodríguez) (Mantilla) e Girotti (Nahuel Bustos).
Técnico: Walter Ribonetto.

SÃO PAULO: Rafael; Rafinha (Igor Vinícius), Arboleda, Diego Costa e Welington; Pablo Maia e Alisson (Galoppo); Wellington Rato (Erick), James Rodríguez (Luciano) e Lucas Moura (Ferreirinha); André Silva.
Técnico: Thiago Carpini

Fonte: Conmebol –

Talvez te interesse

Últimas

Anúncios Ao longo de março, abril e maio foram desenvolvidas diversas etapas do projeto Geo-escola na Escola Municipal de Ensino...

Categorias