18 de maio, 2024

Últimas:

Santos vence o Bragantino e vai à final do Paulistão após oito anos

Anúncios

O Santos está classificado à grande final do Campeonato Paulista. Nesta quarta-feira, com mais de 44 mil torcedores na Neo Química Arena, o Peixe venceu o Red Bull Bragantino por 3 a 1 e voltou à decisão estadual após oito anos. Os gols foram marcados por Joaquim, Guilherme e Giuliano. Sasha descontou para o Massa Bruta.

Visando maior público e renda, a diretoria santista optou por levar o compromisso para o estádio do Corinthians. Os ingressos foram esgotados dois dias antes do jogo. A torcida da capital paulista comprou a ideia, lotou o estádio e fez grande festa, batendo o recorde de público do palco nesta temporada.

Anúncios

Já classificado, o Peixe ainda não sabe qual será o adversário na decisão. Do outro lado da chave, o Palmeiras encara o Novorizontino nesta quinta-feira por uma vaga na final. A bola rola às 21h35 (de Brasília), no Allianz Parque. Com a expulsão no fim da partida, o lateral Hayner é desfalque certo do time para o próximo jogo.

Enquanto isso, o Bragantino dá adeus ao Paulistão e se concentra no seu próximo compromisso. A equipe receberá o Coquimbo Unido-CHI, pela estreia na Copa Sul-Americana, no dia 3 de abril, às 21h, no Nabi Abi Chedid.

Anúncios

O Santos começou pressionando e abriu o placar com seis minutos de bola rolando. Guilherme cobrou escanteio com categoria e encontrou Joaquim, que subiu com liberdade, cabeceou firme e estufou as redes: 1 a 0 a favor do Peixe.

Mesmo em vantagem no marcador, a equipe de Fábio Carille voltou a assustar aos nove minutos. Felipe Jonatan teve espaço pelo lado esquerdo e cruzou para Giuliano, que testou nas mãos de Cleiton. O Bragantino respondeu aos nove com Matheus Fernandes. O meio-campista arriscou de longe e viu a bola passar à direita de João Paulo.

Por muito pouco, o Santos não aumentou a vantagem aos 19 minutos. Após cruzamento na área, Cleiton afastou com um soco, mas a bola parou nos pés de Giuliano na entrada da área. Ele finalizou de primeira, mas a bola desviou e foi para fora.

O Massa Bruta teve boa chance de deixar tudo igual aos 21, em chute de Jadsom que passou raspando a trave. Já aos 28, foi a vez de Eric Ramires receber de Helinho e bater colocado, passando muito perto do gol.

Apesar da pressão do Bragantino, foi o Santos quem ampliou o marcador, aos 45 minutos. Schmidt roubou a bola no meio de campo e acionou Pituca, que tocou para Pedrinho. O atacante fez boa jogada pela ponta direita e cruzou para Guilherme, que chegou chutando de primeira, no contrapé de Cleiton, e fez o segundo do Peixe.

Com a eliminação parcial, o Massa Bruta mudou a postura após a volta do intervalo e diminuiu o placar em Itaquera. Aos cinco minutos, Eduardo Sasha recebeu na entrada da área e soltou uma pancada, no ângulo, sem chances para o goleiro João Paulo.

O Peixe teve boa oportunidade de marcar o terceiro aos 15 minutos. Pituca cruzou fechado para Furch, que se esticou e quase empurrou para as redes, mas acabou furando. Pouco depois, aos 17, Pedrinho roubou a bola e foi para a linha de fundo, cruzando para Giuliano, que escorou de cabeça e colocou no fundo das redes. E só dava Santos!

Aos 21, Guilherme quase anotou uma pintura na Neo Química Arena. O jogador ficou com a sobra na entrada da área e chegou batendo colocado, raspando a trave defendida por Cleiton.

Com um a menos, o Santos se defendeu bem nos minutos finais do jogo e não sofreu nenhum susto, garantindo a sua vaga na final e levando os santistas presentes no estádio ao delírio.

SANTOS 3 X 1 RED BULL BRAGANTINO

Local: Neo Química Arena, em São Paulo (SP)
Data: 27 de março de 2023 (quarta-feira)
Horário: às 20h30 (de Brasília)
Árbitro: Matheus Delgado Candançan
Assistentes: Miguel Cataneo Ribeiro e Evandro de Melo Lima
VAR: Rodrigo Guarizo Ferreira do Amaral
Cartões amarelos: Matheus Fernandes e Eduardo Sasha (Red Bull Bragantino)
Cartões vermelhos: Hayner (Santos)
Público: 44.804 torcedores
Renda: R$ 3.042.965,00

GOLS: Joaquim, aos 8′ do 1ºT (Santos); Guilherme, aos 45′ do 1ºT (Santos); Eduardo Sasha, aos 5′ do 2ºT (Red Bull Bragantino); Giuliano, aos 17′ do 2ºT (Santos)

SANTOS: João Paulo; Hayner, Gil, Joaquim e Felipe Jonatan; João Schmidt, Diego Pituca (Rincón) e Giuliano (Cazares); Pedrinho (Weslley Patati), Guilherme (JP Chermont) e Julio Furch (Morelos).
Técnico: Fábio Carille

BRAGANTINO: Cleiton; Nathan, Lucas Cunha (Bruninho), Luân Candido e Juninho Capixaba; Jadsom, Matheus Fernandes (Mosquera) e Eric Ramires (Gustavinho); Helinho (Talisson), Vitinho (Thiago Borbas) e Eduardo Sasha.
Técnico: Pedro Caixinha

Fionte: FPF – Foto: Jhony Inácio/Agência Paulistão

Talvez te interesse

Últimas

Anúncios A campanha de vacinação contra Influenza continua de forma ampliada para o público em geral, com idade acima de...

Categorias