Santos perde para o Coritiba na Copa do Brasil

O Santos largou em desvantagem na terceira fase da Copa do Brasil de 2022. Na noite desta quarta-feira, o Peixe foi amplamente dominado pelo Coritiba e perdeu por 1 a 0, fora de casa, pelo jogo de ida. Alef Manga anotou o tento decisivo do embate.

Apesar do revés, o grande destaque da partida foi João Paulo. O goleiro brilhou com grandes defesas e evitou um resultado ainda pior para os paulistas.

Além disso, os visitantes deixaram o Couto Pereira na bronca com a arbitragem. Com 28 minutos do primeiro tempo, Madson foi derrubado na área por Alef Manga e reclamou muito. Bruno Arleu de Araujo, porém, não entendeu como pênalti, levando o técnico Fabián Bustos à loucura na beira do gramado. Vale lembrar que a terceira fase da Copa do Brasil não tem VAR.

Agora, as equipes decidem quem avança às oitavas de final da Copa do Brasil no dia 12 de maio, quinta-feira, às 21h30 (de Brasília), na Vila Belmiro. O Alvinegro Praiano precisa vencer por dois ou mais gols de diferença para se classificar. Um empate é favorável ao Coxa.

Antes disso, o Santos recebe o América-MG pela terceira rodada do Campeonato Brasileiro. O duelo está marcado para este domingo, às 16 horas. Já o Coritiba visita o Atlético-MG no sábado, às 21 horas.

Empurrados pelos mais de 23 mil torcedores, os anfitriões iniciaram a primeira etapa apertando. Com o relógio marcando apenas dois minutos, Clayton foi acionado na área, girou em cima da marcação e finalizou para boa defesa de João Paulo. No lance seguinte, o goleiro voltou a ser exigido, dessa vez em arremate de Guilherme Biro.

Aos oito, o Coxa teve uma grande chance de abrir o placar. Régis saiu cara a cara com o arqueiro alvinegro após lindo passe de Clayton, mas acabou chutando em cima do camisa 34.

Dois minutos depois, João Paulo brilhou mais uma vez. Willian Farias arriscou de longe e só não marcou um golaço porque o goleiro voou para fazer linda defesa. Aos 19, Alef Manga recebeu na direita, cortou para o meio e bateu a centímetros da trave.

Na sequência, começou mais um show de João Paulo. O goleiro enfileirou duas intervenções difíceis seguidas. Aos 20, ele caiu no cantinho para espalmar a cabeçada de Régis. No minuto seguinte, Clayton testou forte no canto, mas viu o arqueiro se esticar todo para mandar a bola para longe.

Já aos 23, a rede enfim balançou. Alef Manga recebeu com liberdade pela direita, invadiu a área e tocou por baixo de JP para abrir o placar para os paranaenses.

Em desvantagem, o Peixe tentou partir para cima. Com 28 minutos, o time reclamou muito com a arbitragem após Madson ser derrubado na área. O árbitro mandou o jogo seguir e levou o técnico Fabián Bustos à loucura.

Aos 37, os visitantes enfim alcançaram a sua primeira finalização. Após levantamento de Sandry, a bola sobrou para Angulo na área. O atacante soltou o pé, mas foi bloqueado pela defesa. Já aos 44, Maicon cruzou na medida para Ricardo Goulart, que desviou de cabeça na rede pelo lado de fora.

Na volta do intervalo, o Coritiba voltou a rondar a área dos rivais em busca de mais um. Contudo, o clube começou a encontrar mais dificuldades para encontrar espaços. Com 12 minutos, Henrique pegou a sobra após cobrança de escanteio e finalizou com muito perigo. Pouco tempo depois, Andrey finalizou de fora e viu João Paulo agarrar com tranquilidade.

A resposta dos santistas saiu logo na sequência. Depois de bate rebate dentro da área, Goulart recebeu bom cruzamento e tirou tinta da trave em bela testada.

A partir de então, o clima esquentou no gramado. Os jogadores começaram a fazer faltas mais duras, o que acabou gerando diversas discussões e cartões amarelos.

Já nos minutos finais, o Santos até esboçou uma pressão em busca de um tento salvador, mas não foi o suficiente para evitar o revés.

CORITIBA 1 X 0 SANTOS

Local: Estádio Couto Pereira, em Curitiba (PR)
Data: 20 de abril de 2022, quarta-feira
Horário: 19h30 (de Brasília)
Árbitro: Bruno Arleu de Araujo (FIFA/RJ)
Assistentes: Rodrigo Figueiredo Henrique Correa (FIFA/RJ) e Carlos Henrique Alves de Lima Filho (RJ)
Cartões amarelos: Henrique, Willian Farias, Alef Manga e Matheus Alexandre (Coritiba); Maicon, Jhojan Julio, Lucas Pires (Santos)
Cartão vermelho: Fabián Bustos (Santos)

GOL: Alef Manga, aos 24 do 1ºT (Coritiba)

CORITIBA: Alex Muralha; Matheus Alexandre, Henrique, Luciano Castán e Guilherme Biro; Willian Farias, Andrey e Régis (Robinho); Igor Paixão, Alef Manga (Guillermo) e Clayton (Martínez)
Técnico: Gustavo Morínigo

SANTOS: João Paulo; Madson, Maicon, Bauermann e Lucas Pires; Willian Maranhão (Zanocelo), Sandry (Rodrigo Fernández) e Goulart (Léo Baptistão); Jhojan Julio, Angulo (Lucas Braga) e Ângelo (Marcos Leonardo)
Técnico: Fabián Bustos

Fonte: Yahoo!