Santos perde para o América-MG na Vila Belmiro

No sábado em que o Rei Pelé celebrou seus 81 anos, o Santos perdeu por 2 a 0 para o América-MG na Vila Belmiro, pela 28ª rodada do Campeonato Brasileiro. 

A derrota aproxima o Peixe da zona do rebaixamento e leva o time ao 16º lugar, com 29 pontos. O América-MG sobe para a 9ª posição, com 35.

O Santos não fez um grande jogo. A equipe não  conseguiu se impor contra os visitantes e a derrota ficou irreversível após a expulsão de Jean Mota, na reta final do primeiro tempo.

Na próxima rodada, o Santos receberá o Fluminense na quarta, na Vila Belmiro. O América-MG receberá o Fortaleza no sábado (30).

A primeira grande chance do jogo foi do América-MG. João Paulo saiu jogando errado e deu de graça a bola para Alê, que serviu Juninho. O goleiro santista se recuperou e fez grande defesa. Aos 14 minutos, o Coelho chegou novamente com perigo, dessa vez em bola desviada em cobrança de escanteio.

O primeiro grande lance do Santos veio aos 17 minutos, com Marinho. O ponta chutou com a direita e a bola passou próxima da meta de Matheus Cavichioli.

Nos minutos seguintes, Marinho continuou arriscando, sendo a principal arma ofensiva do Santos. Seus chutes passaram perto do gol do América.

Até que, aos 29, Marinho por muito pouco não fez seu gol. O atacante finalizou para grande defesa de Cavichioli com a ponta dos dedos.

Aos 38, o Santos voltou a levar perigo, dessa vez com Tardelli. Com espaço, o atacante chutou com muito perigo e por pouco não abriu o placar. Dois minutos depois, o Coelho respondeu com Felipe Azevedo, que finalizou para defesa de João Paulo.

Aos 43 minutos, Camacho teve que deixar a partida devido a um desconforto na parte posterior da coxa direita. Jean Mota entrou no seu lugar.

Aos 46, Cavichioli fez grande reposição e acionou Ademir em velocidade. O ponta ganhou de Jean Mota na velocidade, mas foi derrubado dentro da área pelo meio santista. O árbitro marcou a penalidade e Jean foi expulso.

O próprio Ademir converteu a cobrança e abriu o placar para o América-MG. Esse foi o sexto gol do ponta no Brasileirão.

Logo no primeiro minuto, o América-MG ampliou. João Paulo saiu mal em bola alçada na área, não achou achou a bola e ela sobrou para Alê, que apenas chutou para o fundo das redes, sem goleiro.

O ritmo do jogo caiu e o Santos não conseguiu crescer na partida. O América-MG voltou a assustar aos 13 minutos, em finalização do lateral Marlon.

O primeiro lance de perigo do Santos veio aos 19 minutos, em cobrança de falta de Marinho, que parou no goleiro adversário. O América respondeu aos 22, com chute perigoso de Zárate de longa distância.

Lucas Braga conseguiu boa finalização de fora da área e colocou Cavichioli para trabalhar. Com um a menos, a principal arma de ataque do Peixe foi o chute de fora da área.

Na reta final, o América soube administrar a vantagem e o Santos pouco flertou com o gol. A equipe saiu vaiada e sob protestos da Vila Belmiro.

SANTOS 0 X 2 AMÉRICA-MG

Local: Vila Belmiro, em Santos (SP)
Data: 23 de outubro de 2021 (sábado)
Horário: 17h (de Brasília)
Árbitro: Marcelo de Lima Henrique (RJ)
Assistentes: Eduardo Gonçalves da Cruz e Márcia Bezerra Lopes Caetano (RJ)
VAR: Rodrigo Carvalhães de Miranda (RJ)
Cartões amarelos: Juninho, Marlon (América-MG) e Camacho (Santos)

Cartão vermelho: Jean Mota (Santos)

Gols: 

América-MG: Ademir, aos 46 do 2T e Alê, aos dois do 2T.

SANTOS: João Paulo, Pará (Madson), Danilo Boza, Emiliano Velázquez e Felipe Jonatan; Camacho (Jean Mota), Vinicius Zanocelo (Moraes) e Carlos Sánchez (Marcos Guilherme); Marinho, Lucas Braga e Diego Tardelli (Ângelo)

Técnico: Fábio Carille

AMÉRICA-MG: Matheus Cavichioli; Patric, Eduardo Bauermann, Ricardo Silva e Marlon (João Paulo); Lucas Kal (Zé Ricardo), Juninho (Juninho Valoura), Alê; Felipe Azevedo (Zárate), Ademir e Rodolfo (Geovane).
Técnico: Marquinhos Santos

Fonte: Yahoo!

Scroll Up