Santos perde invencibilidade para o Atlético-GO

AdSense Postagem 01

Postagem Única 01 Mobile

O Santos perdeu por 1 a 0 para o Atlético-GO na noite desta quarta-feira, na Vila Belmiro, pela 16ª rodada do Campeonato Brasileiro. O gol da vitória dos visitantes foi marcado por Chico, no segundo tempo.

O Peixe perdeu também uma invencibilidade de 12 partidas. O Dragão, do técnico interino Eduardo Souza, vence a primeira depois da saída de Vagner Mancini para o Corinthians. O Alvinegro segue em sexto. O Atlético sobe para 10º.

Sob os olhares de Robinho, à espera da liberação do Conselho Deliberativo, o Santos pouco criou. A equipe sentiu as ausências de Jobson (suspenso), Marinho (desconforto muscular na coxa esquerda) e Soteldo (na seleção da Venezuela).

O Peixe voltará a campo para enfrentar o Coritiba, sábado, no Couto Pereira. O Dragão receberá o Athletico, no mesmo dia. Ambas os jogos válidos pela 17ª rodada do Brasileirão.

Os primeiros 48 minutos foram de pouquíssima emoção. O Santos até ensaiou uma pressão nos minutos iniciais, mas parou na boa marcação do Atlético-GO.

O Peixe só assustou em finalizações de fora da área e cruzamentos. Na defesa, foi pouco exigido e o goleiro João Paulo praticamente não trabalhou.

A opção do técnico Cuca pelo lateral-direito Pará no meio-campo não se mostrou eficaz. E o Alvinegro sentiu a falta de Lucas Veríssimo e Marinho, fora por problemas musculares, e Soteldo, na seleção venezuelana.

A partida continuou morna, mesmo com as substituições de Cuca, e foi o Atlético-GO quem criou a primeira chance clara do jogo na Vila Belmiro.

Aos 18 minutos, o Dragão puxou contra-ataque com Chico, Nicolas cruzou e Matheus Vargas, sem goleiro, debaixo da trave, conseguiu chutar por cima.

No minuto 22, o Santos foi punido pela partida ruim em casa. Janderson fez fila e rolou para Chico. O meia chutou com categoria no ângulo do goleiro João Paulo. 1 a 0.

O Peixe foi ao ataque como deu, mas seguiu sem nenhuma criatividade. A única oportunidade veio com Marcos Leonardo, quase nos acréscimos. O Atlético-GO se defendeu bem, assustou em contra-ataques e garantiu a vitória.

SANTOS 0 X 1 ATLÉTICO-GO

DATA: 14 de outubro de 2020 (quarta-feira)
HORÁRIO: 20h30 (de Brasília)
Local: Vila Belmiro, em Santos (SP)
Árbitro: Igor Junior Benevenuto de Oliveira (MG)
Assistentes: Guilherme Dias Camilo e Marcus Vinicius Gomes (MG)
VAR: Rodrigo Dalonso Ferreira (SC)
Cartões amarelos: ATLÉTICO-GO: Marlon Freitas. SANTOS: Pará, Diego Pituca e Sandry.

GOL:
Atlético-GO: Chico, aos 22 minutos do 2T.

SANTOS: João Paulo, Madson, Laércio, Luan Peres e Felipe Jonatan; Diego Pituca, Pará (Sandry) e Jean Mota (Lucas Lourenço); Lucas Braga (Tailson), Arthur Gomes (Marcos Leonardo) e Kaio Jorge (Anderson Ceará)
Técnico: Cuca

ATLÉTICO-GO: Jean, Dudu, João Victor, Éder e Nicolas; Willian Maranhão, Marlon Freitas e Chico (Natanael); Janderson (Junior Brandão), Gustavo Ferrareis (Matheus Vargas) e Zé Roberto (Hyuri)
Técnico: Eduardo Souza

Fonte: Yahoo! – Foto: Ivan Storti/Santos FC/Divulgação

Postagem Única 02 Mobile

Anunciantes