01 março, 2024

Últimas:

Santos perde do Bahia nos pênaltis e está eliminado da Copa do Brasil

Anúncios

O Santos está eliminado da Copa do Brasil de 2023. Depois um 0 a 0 no jogo de ida das oitavas de final, o Peixe perdeu para o Bahia por 4 a 3 nos pênaltis, nesta quarta-feira, fora de casa, após empate de 1 a 1 no tempo normal.

Cauly colocou os mandantes na frente aos 23 minutos da segunda etapa. Os visitantes buscaram o empate já aos 50 minutos, com Bruno Mezenga, que balançou as redes pela primeira vez com a camisa alvinegra. O atacante, porém, foi de herói a vilão ao perder o pênalti que decretou a eliminação dos paulistas.

Anúncios

Com o resultado, portanto, o Tricolor está garantido nas quartas de final da competição e embolsou R$ 4,3 milhões. O próximo adversário dos baianos será conhecido por sorteio. A CBF reservou os dias 5 e 12 de julho como datas-bases da próxima fase.

Agora, o Santos volta as suas atenções para o Campeonato Brasileiro. O time encara o Internacional no próximo sábado, às 21 horas (de Brasília), na Vila Belmiro, pela oitava rodada do torneio. No mesmo dia, mas às 16 horas, o Bahia visita o Fortaleza.

Anúncios

A partida começou com os mandantes dominando a posse de bola e encurralando os visitantes no campo de defesa. Assim, a primeira chance real de gol saiu aos 11 minutos. Jacaré desarmou Lucas Pires pela esquerda e encontrou bom passe para Everaldo, que girou e bateu rasteiro para a defesa de João Paulo.

Dois minutos depois, Biel saiu livre na cara do goleiro após lançamento de Rezende e soltou uma pancada para estufar as redes. O atacante, no entanto, estava em posição irregular e, com isso, o tento foi anulado.

Os paulistas responderam aos 15. Lucas Lima cobrou escanteio curto para Soteldo, que invadiu a área e, após fintar a marcação, emendou forte chute por cima.

A partir de então, o embate caiu de rendimento e passou a ficar muito brigado na Arena Fonte Nova. A última chance real da primeira etapa saiu já aos 40, quando brilhou a estrela de João Paulo. Em cobrança de falta pela direita, Kanu subiu mais que todo mundo e cabeceou no cantinho. Atento, o goleiro do Santos se esticou todo para fazer uma ótima defesa.

Na volta do intervalo, a partida seguiu no mesmo ritmo. As equipes até chegavam perto da área, mas encontravam muitas dificuldades para serem perigosas.

Desta forma, o primeiro chute a gol do segundo tempo saiu apenas aos 17 minutos. Cauly recebeu pela ponta esquerda, partiu com liberdade e finalizou nas mãos de João Paulo. Na sequência, foi a vez de Everaldo tentar. O atacante recebeu na meia-lua, matou no peito e arrematou com estilo a centímetros da trave.

Aos 23, a rede enfim balançou. Everaldo tomou a bola de Rodrigo Fernández na lateral direita e cruzou na medida para Ademir, que cabeceou para linda defesa de João Paulo. No rebote, no entanto, Cauly foi preciso ao chutar no cantinho e abrir o placar para o Bahia.

Em desvantagem, o Santos tentou partir para cima. Com 32 minutos, Marcos Felipe errou na saída e mandou nos pés de Ângelo, que tentou o drible para cima do marcador, mas perdeu a bola. Na sobra, Deivid Washington chutou por cima.

Na sequência, Lucas Pires apareceu com liberdade na grande área após lindo lançamento de Ângelo, mas, na hora de finalizar, acabou furando e desperdiçando uma grande chance.

Com o relógio marcando 37, Ângelo foi acionado na intermediária e arriscou de longe. A bola encobriu Marcos Felipe, porém morreu na rede de cima da meta.

Do outro lado, o Bahia voltou ao ataque aos 41. Ademir puxou rápido contra-ataque, invadiu a área e tentou o chute. Na hora certa, Dodi apareceu para travar e evitar o segundo gol dos tricolores.

Nos minutos finais, o Alvinegro Praiano partiu para cima e buscou o empate aos 50 minutos. Em cobrança de escanteio de Soteldo, Mezenga subiu mais que a marcação e cabeceou firme para deixar tudo igual. Assim, o jogo foi para os pênaltis.

Pênaltis

Quem se deu melhor nas cobranças de pênaltis foi o Bahia. Cauly, Mugni, Acevedo e Victor Hugo marcaram para os tricolores, Ademir enquanto desperdiçou. Do outro lado, Soteldo, Mendoza e Patati até fizeram, mas Camacho e Mezenga perderam e decretaram o triunfo dos baianos.

BAHIA 1 (4) X (3) 1 SANTOS

Local: Arena Fonte Nova, em Salvador (BA)
Data: 31 de maio de 2023, quarta-feira
Horário: 19 horas (de Brasília)
Árbitro: Bruno Arleu de Araujo (FIFA)
Assistentes: Nailton Junior de Sousa Oliveira (FIFA) e Luiz Claudio Regazone
VAR: Rodrigo D Alonso Ferreira
Cartões amarelos: Acevedo, Cicinho, Kanu (Bahia); Rodrigo Fernández (Santos)

GOLS: Cauly, aos 23 do 2ºT (Bahia); Mezenga, aos 50 do 2ºT (Santos)

BAHIA: Marcos Felipe, Kanu, David Duarte e Victor Hugo; Jacaré (Cicinho), Acevedo, Rezende e Ryan (Lucas Mugne); Cauly, Biel (Ademir) e Everaldo (Diego Rosa)
Técnico: Renato Paiva

SANTOS: João Paulo; Gabriel Inocêncio (Patati), Messias, Joaquim e Lucas Pires (Nathan); Rodrigo Fernández (Camacho), Dodi e Lucas Lima (Ângelo); Mendoza (Ângelo), Deivid Washington (Mezenga) e Soteldo
Técnico: Odair Hellmann

Fonte: CBF – Foto: Raul Baretta/Santos FC

Últimas

Líderes do mercado de bem-estar unem forças: The DRIPBaR reforçado pela REVIV

01/03/2024

Anúncios The DRIPBaR, reconhecida como a franquia de terapia intravenosa de crescimento mais rápido nos Estados...

Categorias