Sabesp mostra no Fórum Mundial da Água ações de segurança hídrica e despoluição de rios

A Sabesp vai promover dois painéis no 9º Fórum Mundial da Água, além de participar de outros quatro. Mais importante evento no mundo sobre o tema, o Fórum foi aberto nesta segunda (21) em Dacar, no Senegal, com a presença de chefes de Estado, representantes de diversos países, pesquisadores, dirigentes de empresas e ativistas. Até a sexta (25), vai debater a situação da água no mundo e as perspectivas para o futuro.

Nesta terça (22), Dia Mundial da Água, o diretor-presidente Benedito Braga estará no painel Adaptação Climática e Resiliência nos Serviços de Água e Saneamento. Organizado pela Sabesp, o debate vai abordar a necessidade de incluir a adaptação às mudanças climáticas nas estratégias de empresas e governos para o abastecimento de água. Braga é também presidente honorário do Conselho Mundial da Água, que organiza o fórum.

O debate Despoluição de Corpos Hídricos em Ambientes Urbanos e Economia Circular e Adaptabilidade nos Serviços de Água e Saneamento, na quarta (23), terá Adriano Stringhini, diretor de Gestão Corporativa da Sabesp. A sessão vai apresentar ações para despoluição de rios e córregos, tecnologias sociais e práticas inovadoras no setor, além projetos de adaptação às mudanças climáticas, resiliência hídrica, economia circular e soluções baseadas na natureza.

Além dos dois painéis em que é a organizadora, a Sabesp vai participar de mais quatro eventos. Nesta terça (22), o superintendente de Planejamento Integrado, Dante Ragazzi Pauli, será um dos integrantes do debate Soluções Baseadas na Natureza para Segurança Hídrica, organizado pela ONG The Nature Conservancy (TNC), que desenvolve projetos ambientais em 76 países.

No dia seguinte (23), Ragazzi Pauli estará na sessão Financiamento Inovador para Segurança Hídrica, promovido pelo Banco de Desenvolvimento da América Latina (CAF). Na quinta (24) haverá duas apresentações de representantes da Companhia, ambas no TNC Space.

A engenheira Mara Ramos, da Superintendência de Planejamento Integrado, falará sobre soluções alternativas para prover saneamento a populações vulneráveis, abordando dois bem-sucedidos programas da Sabesp: Água Legal e Se Liga na Rede. O primeiro foi premiado em 2019 pela Rede Brasil do Pacto Global, das Nações Unidas (ONU), e reconhecido pelo Banco Mundial, que passou a financiá-lo.

Ele regulariza ligações de água em áreas de alta vulnerabilidade social, onde, em geral, os moradores são abastecidos de modo precário e improvisado. Já o Se Liga na Rede, criado em 2012 em parceria com o Governo de São Paulo, conecta as instalações sanitárias de clientes de baixa renda às redes de coleta, evitando o descarte irregular de esgoto no meio ambiente.

João Paulo Nocetti Tonello,  gerente de Planejamento Estratégico da superintendência, vai apresentar a experiência da Sabesp com o Novo Rio Pinheiros, programa do Governo de São Paulo que visa a despoluição do rio até dezembro de 2022, integrando-o de volta à cidade e ao dia a dia de seus moradores. Desde que o desafio foi lançado, em 2019, a Sabesp já conectou 554 mil imóveis à rede e já implantou 263,5 km de novas tubulações, levando para tratamento o esgoto que era despejado em afluentes do Pinheiros e, assim, no rio.

A Sabesp também conta com um stand no fórum para apresentar aos participantes sua experiência em saneamento e seus principais programas, como Novo Rio Pinheiros, Água Legal, Se Liga na Rede, Onda Limpa, entre outros.

Sobre o Fórum Mundial da Água

Organizado a cada três anos pelo Conselho Mundial da Água, o Fórum Mundial da Água, que está na 9ª edição, é um dos principais eventos do cenário ambiental internacional e tem como objetivo contribuir para decisões políticas e técnicas sobre o tema em nível global, visando o uso racional
 e sustentável deste recurso. O Conselho Mundial da Água, fundado em 1956 e com sede na França, é composto por cerca de 300 instituições relacionadas aos recursos hídricos em aproximadamente 50 países, reunindo governos, academia, sociedade civil, empresas e organizações não governamentais.

Sobre a Sabesp

Fundada em 1973, a Sabesp atualmente é responsável pelo fornecimento de água, coleta e tratamento de esgotos de 375 municípios do Estado de São Paulo. É considerada a terceira maior empresa de saneamento do mundo em receita e uma das maiores em população atendida, com 28,5 milhões de clientes. A Sabesp tem como missão prestar serviços de saneamento, contribuindo para a melhoria da qualidade de vida e do meio ambiente, e como visão ser referência mundial na prestação de serviços de saneamento, de forma sustentável, competitiva e inovadora, com foco no cliente.

Fonte: Governo de SP