Romero dispara contra críticos: “Não ganho para fazer malabarismo”

AdSense Postagem 01

Postagem Única 01 Mobile

Angel Romero é o artilheiro do Corinthians na temporada, com 15 gols marcados. Mas, o que poderia ser uma entrevista coletiva tranquila do jogador nesta segunda-feira, no CT Joaquim Grava, transformou-se em desabafo. Um dia depois do empate por 2 a 2 diante do Flamengo no Maracanã, o paraguaio bradou contra as críticas que recebe da imprensa pela falta de técnica e se defendeu do rótulo de “esforçado”.

“Esforçado mas artilheiro do time, tem que jogar.Eu ganho pra fazer gol, eu ganho pra isso. Não venho para ser malabarista no farol. Se tenho técnica ou não tenho é outra coisa. Mas se faço gol, é bom. Ano passado sim (as críticas eram justas). Nesse ano, não”, falou o atacante.

“Tem caras (da imprensa) que falam coisas que não são verdade. Perguntam o que eu estou fazendo aqui no Corinthians. Esses caras têm que saber quem eu sou. Não sou um cara que veio para roubar aqui no Brasil. Eu trabalho, me preparo bem para chegar no jogo da melhor maneira, e agora nesse ano sou artilheiro do time. Me preparei todo ano passado pra chegar nesse momento agora e ser o artilheiro, que é meu objetivo. Graças a Deus hoje estou bem, mas para a imprensa nunca está bem. Para eles, o Romero tem que entrar sempre no segundo tempo, nunca o Romero pode ser titular. Para mim, o artilheiro tem que jogar sempre”, disparou.

A irritação do paraguaio não se limitou à imprensa. Romero também mostrou incômodo com lances nos quais, segundo ele, o Corinthians foi prejudicado pela arbitragem nos últimos jogos, especialmente o gol de Guerrero, sofrido no empate diante do Flamengo neste domingo.

“A gente trata de esquecer tudo isso (arbitragem), mas acaba atrapalhando. Ontem a gente estava bem no jogo, um jogo decisivo e difícil, e tomamos um gol impedido que mudou o jogo. A gente estava ganhando de 1 a 0 e com o gol do Guerrero acaba atrapalhando nosso esquema e nosso futebol. Não só agora, tem cinco jogos que a arbitragem está prejudicando”, disse Romero, que ainda cutucou o rival Palmeiras por um pênalti não marcado para o Sport na vitória alviverde de domingo.

“No jogo do Sport, contra o Palmeiras também tinha que ser pênalti o lance (toque de mão do zagueiro Mina dentro da área quando o jogo estava 0 a 0). Isso não ajuda o campeonato. Tem que melhorar nesse sentido. A gente trabalha na semana para ganhar e essas coisas acabam atrapalhando”, finalizou.

Fonte: Yahoo!

Postagem Única 02 Mobile

Anunciantes