Rogerio Ceni – goleiro com capacidade de marcar

Os goleiros brasileiros não são conhecidos por sua confiabilidade, embora Alisson e Ederson tenham desmentido uma vez esse fato. No entanto, há também um fenômeno na história como Rogério Ceni. Jogos hoje O goleiro brasileiro não pode mais ser visto, pois ele terminou sua carreira. No entanto, vídeos de seus objetivos estão sempre disponíveis em vários portais. “Goleiro-bombardeiro” – é assim que muitos jogadores e torcedores em todo o mundo são apelidados de Ceni. 

Rogério era um atacante desde a infância e sonhava em se juntar ao “São Paulo”. O cara alto não tinha técnica, e sua velocidade também era um problema. Então, ele decidiu tentar outras posições. Gostava de ficar de pé no gol, mas a sede de fazer gol não foi a lugar algum. Seni começou sua carreira no “Sinop”, assinando um contrato com a equipe juvenil. Três anos mais tarde, conseguiu ganhar reconhecimento. Já em 1990, ele realizou seu sonho – mudou-se para o “São Paulo”. 

Na popular equipe brasileira Rogério Ceni tornou-se imediatamente um líder, pois não se via em nenhum outro lugar. Ele diz muitas vezes, mesmo agora, que além do “São Paulo” ele nunca pensou em outras equipes, nem mesmo nos melhores clubes europeus. É por isso que ele passou toda sua carreira com a equipe. A acreditar nos rumores, “Real” Madrid estava interessado nele, e também “Milan” tinha como objetivo o Seni. Em 2015, Rogério decidiu encerrar sua carreira. Entretanto, ele queria jogar um pouco mais. Um ano depois, a administração de “São Paulo” lhe ofereceu um cargo de treinador, e o brasileiro concordou.

As conquistas de Rogério Ceni – o goleiro que mais marcou gols na história

Rogério Ceni tem muitas realizações pessoais e de equipe. Hoje muitas pessoas assistem a videoclipes dos jogos para ter certeza do talento marcante do brasileiro. É claro que ele não dirigiu o jogo inteiro em ofensiva, chegando ocasionalmente a marcar gols. A principal habilidade do Ceni era a habilidade de chutar chutes livres e pênaltis. Graças a isso, ele se tornou o artilheiro entre os goleiros e marcou 132 gols. O segundo lugar ficou com José Luis Chilavert, que marcou 67 gols. José Campos, em terceiro lugar, tem apenas 46.

As maiores realizações de Rogério também incluem:

  • tricampeão do Brasil: 2006-2008;
  • campeão da Copa Libertadores: em 1993 e 2005;
  • campeão da Copa Sul-Americana em 2012.

Rogério Ceni também venceu a Copa do Mundo com o Brasil em 2002, mas nunca marcou para a seleção nacional. O brasileiro foi repetidamente reconhecido como o melhor goleiro em diferentes categorias e até se tornou o jogador de futebol do ano no Brasil, segundo a Globo, Placar, CBF. Após uma grande carreira, Rogério Ceni tornou-se treinador e imediatamente alcançou o sucesso – levou o “Flamengo” ao campeonato em 2020.