Rio Tietê fica coberto por espuma tóxica em Salto; fotos

O Rio Tietê voltou a ficar coberto por uma espuma tóxica na tarde desta terça-feira (12), no trecho que passa por Salto (SP).

As imagens foram enviadas pelo morador da cidade, Gilberto Esquerdo, e mostram a quantidade de espuma que tomou conta do rio.

Essa espuma é o resultado do aumento do volume do rio depois de um longo período de estiagem. Com a chuva dos últimos dias na capital paulista, a água que segue em direção ao interior do estado e traz os resíduos de detergentes e materiais despejados no rio sem tratamento.

Rio Tietê fica coberto por espuma tóxica em Salto — Foto: Gilberto Esquerdo/ Arquivo Pessoal
Rio Tietê fica coberto por espuma tóxica em Salto (Foto: Gilberto Esquerdo/ Arquivo Pessoal)
Espuma é o resultado do aumento do volume do rio depois de um longo período de estiagem — Foto: Gilberto Esquerdo/Arquivo Pessoal
Espuma é o resultado do aumento do volume do rio depois de um longo período de estiagem (Foto: Gilberto Esquerdo/Arquivo Pessoal)

Mancha de poluição

Um estudo feito pela Fundação SOS Mata Atlântica mostra que a mancha de poluição no Rio Tietê chega a quase 300 quilômetros de extensão no interior de São Paulo, no trecho de Pirapora do Bom Jesus (SP) até Botucatu (SP).

O relatório anual apontou que os índices estavam melhores. Dos 53 pontos monitorados pela fundação, sete haviam melhorado. Um deles está no rio Jundiaí, que deságua no Tietê, e outros quatro estão em afluentes da cidade de Itu. Segundo a ONG, a mancha de poluição no trecho que passa pelo interior havia diminuído cerca de 40%.

Os dados também apontavam que a qualidade de água nos pontos monitorados era considerada regular, com um saldo positivo em relação aos últimos 12 meses. Para chegar a este ponto, foram dez anos de recuperação, informou a fundação.

Fonte: G1 – Foto: Gilberto Esquerdo/Arquivo Pessoal

Scroll Up