Represa em Avaré: Com 23% do volume de água, represa de Jurumirim atinge nível mais baixo em 2021

A Represa de Jurumirim, na região de Avaré, atingiu neste domingo (5) o nível mais baixo deste ano, segundo a Agência Nacional das Águas (ANA). A represa banha sete cidades da região e, ao menos, quatro delas usam o reservatório para o turismo.

Atualmente, o nível do reservatório está em 23% da capacidade, sendo o menor volume registrado nos último dez anos para o mês de setembro. Em junho, o nível da represa era de 31%. No mês seguinte, o volume de água estava abaixo de 30% da capacidade, segundo ANA, o que já era preocupante. A capacidade da represa chegou a 13% em dezembro de 2020.

Diante da situação, o Operador Nacional do Sistema Elétrico (ONS) informou que está tomando as medidas técnicas e operacionais possíveis para manter o atendimento aos consumidores de energia elétrica, mesmo considerando sensível a situação hídrica que enfrenta.

Usina Hidrelétrica

A Usina Hidrelétrica Jurumirim começou a operar em 1962, perto dos municípios de Piraju e Cerqueira César (SP), para regularização do Rio Paranapanema e abastecimento de energia para a região do médio Paranapanema.

Com potência instalada de 100 megawatts, suficientes para atender mais de 900 mil pessoas, o aproveitamento hidrelétrico possui um reservatório com capacidade para acumular cerca de 7,2 trilhões de litros de água, além de abranger uma área inundada de 449 quilômetros quadrados.

A empresa CTG Brasil opera a usina e sua concessão vai até 2029.

G1

Últimas

Migrantes haitianos recuperam a esperança no México

25 set 2021

O México é uma luz no fim do túnel para os cerca de 300 migrantes haitianos...

Categorias

Scroll Up