Remuneração é atrativo para escolha de medicina, diz diretor da Unesp de Botucatu

Mais uma vez o número da relação alunos por vaga para o curso de medicina da Universidade Estadual Paulista (Unesp), no campus de Botucatu, é recorde na história da instituição. Para a turma de 2016, a concorrência da Unesp é de 243,8 candidatos por vaga. Em 2015, a instituição já tinha batido o recorde ao atingir a marca de 222,4 candidatos por vaga. Neste ano, 21.940 alunos disputam 90 vagas no vestibular. A Unesp recebeu 103.677 inscritos para 7.355 vagas.

O diretor da faculdade de medicina do campus, Pasqual Barretti, acredita que vários motivos influenciem na escolha dos candidatos pela universidade. “É uma das mais respeitadas e bem remuneradas profissões em comparação com outras. Sem contar que ainda faltam médicos no mercado”, diz.

Barreti diz que outros fatores também colaboram para o sucesso da universidade. “A faculdade é tradicional e com a melhora do ensino, da pesquisa, com a faculdade se projetando nacionalmente e internacionalmente, tudo colabora. O alunos formados também são uma propaganda fantástica porque muitos candidatos escolhem a universidade por quem é formado aqui na Unesp”, explica.

A cidade também é um dos pontos positivos na hora de escolher o curso em Botucatu, segundo o diretor. “A característica da cidade é tranquila, um lugar bom para estudar, isso também ajuda bastante”, afirma.

A Unesp é uma das universidades que trabalha com uma rede de serviços de saúde que são referenciais como o Hospital das Clínicas de Botucatu e o Hospital Estadual de Bauru, informou Barreti.

Apaixonado por medicina, Barreti diz que o ofício é muito conhecido, o que facilita a identificação na hora da escolha como carreira.  “Sou suspeito. É fascinante, a mais antiga profissão do mundo e ainda em constante evolução.”

Curso concorridos na Unesp
Depois de medicina, o curso mais concorrido é direito, no período matutino, em Franca, com 69,2 candidatos por vaga. Em seguida aparecem arquitetura e urbanismo, em Bauru (51,4); engenharia química, em Araraquara(45,0); psicologia – integral, em Bauru (44,1); medicina veterinária, em Botucatu (40,3); direito – noturno, em Franca (40,0); psicologia – noturno, em Bauru (36,9); e engenharia civil, em Bauru (36,7).

As provas da Unesp serão realizadas em duas fases. A primeira etapa será realizada no dia 15 de novembro, em 31 cidades paulistas (além das 23 onde há cursos, os exames acontecerão em Americana, Campinas, Guarulhos, Jundiaí, Piracicaba, Ribeirão Preto, Santo André e Sorocaba) e ainda em Brasília (DF), Campo Grande (MS) e Uberlândia (MG).

Os candidatos poderão consultar a partir do dia 26 de outubro a convocação para a primeira etapa. A segunda fase será aplicada nas mesmas cidades, nos dias 13 e 14 de dezembro.
As cidades para as quais há oferta de carreiras neste vestibular são Araçatuba (170 vagas), Araraquara (855), Assis (405), Bauru (1.045), Botucatu (600), Dracena (80), Franca (400), Guaratinguetá (310), Ilha Solteira (310), Itapeva (80), Jaboticabal (280), Marília (475), Ourinhos (90), Presidente Prudente (640), Registro (40), Rio Claro (490), Rosana (80), São João da Boa Vista (40), São José do Rio Preto (460), São José dos Campos (120), São Paulo (185), São Vicente (80) e Tupã (120).

Fonte: G1

Scroll Up