Reino Unido critica França por apreensão de barco de pesca e disputa pós-Brexit se agrava

O Reino Unido denunciou a apreensão de um barco de pesca britânico pela França em águas francesas e avisou o governo de Paris, nesta quinta-feira, sobre mais retaliações, em uma disputa por direitos de pesca após o Brexit que se agrava de maneira rápida.

A embarcação Cornelis Gert Jan, uma draga de mexilhões, foi escoltada até o porto de Le Havre durante a noite após sua tripulação falhar em provar que o barco tinha autorização para pescar em águas territoriais francesas, afirmou a ministra francesas dos Mares, Annick Girardin.

Uma segunda embarcação britânica recebeu uma advertência verbal.

A medida sinalizou a determinação da França em não recuar na disputa, um dia depois de listar sanções potenciais contra o Reino Unido se não houver progresso nas negociações.

Entre as possíveis sanções estão novas checagens adicionais sobre produtos britânicos a partir do dia 2 de novembro, e o que tem sido amplamente visto como uma ameaça de corte de exportações de energia elétrica para o Reino Unido se as conversas não avançarem.

“Não é uma guerra, mas é uma briga”, disse Girardin à Rádio RTL.

A secretária britânica de Assuntos Externos, Liz Truss, respondeu ordenando que a embaixadora francesa em Londres explique na sexta-feira “as ameaças decepcionantes e desproporcionais feitas contra o Reino Unido e as ilhas do Canal”.

“Instruí a ministra europeia Wendy Morton a convocar o embaixador da França no Reino Unido para uma reunião amanhã para explicar as decepcionantes e desproporcionais ameaças feitas contra o Reino Unido e as Ilhas do Canal”, afirmou Truss.

As áreas de pesca britânicas estão entre as mais ricas da região do nordeste do Atlântico, onde a União Europeia obtém a maior parte de seu pescado.

As ações francesas parecem concebidas como um disparo de aviso para pressionar o Reino Unido a ceder nas conversas com a UE.

Fonte: Yahoo!

Scroll Up