Vice-presidente da Defesa Civil de Lençóis Paulista é o 25º morador a morrer com Covid-19 na cidade

AdSense Postagem 01

Postagem Única 01 Mobile

O policial rodoviário aposentado e vice-presidente da Defesa Civil de Lençóis Paulista (SP) Mauro Antônio de Souza, o Maurão, de 70 anos, morreu neste sábado (4), vítima de coronavírus. Ele é a 25ª pessoa a morrer por conta da doença na cidade, que tem mais de 1,1 mil casos da doença. No mesmo dia, também foi relatado o óbito de outro morador da cidade, de 84 anos.

A prefeitura de Lençóis Paulista, que já havia definido luto oficial na cidade no último dia 17 de junho e determinado bandeiras a meio mastro até o fim da pandemia de coronavírus, publicou nota de pesar pela morte de Maurão, que deixou a esposa e dois filhos.

A mulher do ex-policial rodoviário também contraiu a Covid-19 e, neste sábado (4), foi transferida do Hospital Nossa Senhora da Piedade, de Lençóis, para o hospital particular de Bauru, onde o marido morreu. O estado de saúde da mulher não foi informado.

Maurão nasceu em Palmital (SP) e ingressou na Polícia Militar em 1974. Três anos depois, foi transferido de São Paulo para a base de Bauru e acabou fixando residência em Lençóis Paulista.

Entre 1977 e 1982, o policial trabalhou em serviços administrativos na 5ª Companhia da Polícia Militar de Lençóis Paulista, e depois passou a atuar na Polícia Rodoviária do Estado.

Em maio de 2019, Maurão assumiu a presidência da Defesa Civil de Lençóis Paulista. Em janeiro deste ano, por conta de compromissos pessoais – era motorista de um hospital particular de Lençóis -, precisou deixar a presidência, mas continuou no órgão como vice-presidente.

Lençóis Paulista, com 1.105 casos confirmados de Covid-19 e 25 mortes, é a segunda cidade do centro-oeste paulista com mais casos da doença e de mortes, atrás apenas de Bauru.

Fonte: G1

Postagem Única 02 Mobile

Anunciantes