Valentina, bebê de Conchas com AME, recebe primeiras doses de tratamento

AdSense Postagem 01

Postagem Única 01 Mobile

A bebê de Conchas (SP) que foi diagnosticada com Atrofia Muscular Espinhal (AME), doença que afeta a função motora do paciente, recebeu as duas primeiras doses do tratamento neste mês.

Michele Aparecida Miranda, mãe de Valentina, disse que a menina tem apresentado progresso nos movimentos depois de tomar as duas primeiras doses do medicamento.

“Estamos muito contentes com essa evolução, mas ainda assim ela continua internada no hospital da Unesp de Botucatu”, afirma.

A pequena Valentina precisa receber seis doses do medicamento importado para tratar a doença, e cada uma delas custa cerca de R$ 350 mil, totalizando R$ 2,1 milhões.

No entanto, a Justiça autorizou que o estado de São Paulo pagasse parte do tratamento e as quatro primeiras doses foram encaminhadas para a menina.

A mãe afirma que apesar da Justiça ter autorizado o pagamento de parte do tratamento, a vaquinha online criada pela família continua para o custeio de outros cuidados da Valentina, como alimentação especial.

Rifas e eventos para ajudar a custear o tratamento da menina também estão sendo feitos pela família.

Família de Valentina está empenhada em tratamento de bebê — Foto: Michele Aparecida Miranda/Arquivo Pessoal
Família de Valentina está empenhada em tratamento de bebê (Fotos: Michele Aparecida Miranda/Arquivo Pessoal)

Diagnóstico

Michele conta que percebeu que a menina começou a perder os movimentos ao colocá-la para dormir e procurou um médico.

“O parto foi tranquilo e até os quatro meses ela se mexia normalmente. Foi quando comecei a perceber que quando colocava para dormir, não tinha força para virar.”

O medicamento faz com que a doença não avance. Depois da primeira dose, Valentina precisa tomar outras três delas a cada 15 dias e outras duas a cada seis meses.

Foto: Reprodução

Fonte: G1

Postagem Única 02 Mobile

Anunciantes