Torre de Pedra tem apenas um crime registrado este ano, aponta SSP

AdSense Postagem 01

Postagem Única 01 Mobile

O silêncio e a tranquilidade são características marcantes de Torre de Pedra, cidade do interior de São Paulo com cerca de 2,5 mil habitantes. Com tamanha calmaria, os crimes também não fazem parte das estatísticas da cidade.

Em 2018, segundo a Secretaria de Segurança Pública, foram registrados apenas dois furtos na cidade. Já neste ano, a delegacia fez apenas um boletim de ocorrência por lesão corporal culposa por causa de uma briga entre vizinhos.

Nos últimos 10 anos, nenhum homicídio foi registrado na cidade e, neste período, apenas três carros foram furtados.

Já o maior caso de assalto ocorreu em 2014, quando um posto bancário foi explodido por criminosos.

Delegacia de Torre de Pedra (SP) registrou apenas um boletim de ocorrência por lesão corporal culposa neste ano — Foto: Reprodução/TV TEM
Delegacia de Torre de Pedra (SP) registrou apenas um boletim de ocorrência por lesão corporal culposa neste ano (Fotos: Reprodução/TV TEM)

A lavradora Silvana Francisca da Silva conta que saiu do estado de Sergipe e chegou em Torre de Pedra há quatro meses. Ela afirma que apesar do pouco tempo, foi suficiente para saber que não quer ir embora. “Aqui é sossegado, quatro meses que estou aqui e estou gostando.”

“Todo mundo fala que aqui é a cidade da paz, mas nem sei dizer porque moro há 20 anos aqui e sempre foi sossegado”, afirma a comerciante Iracema de Góes Vieira.

Região central de Torre de Pedra (SP) é tranquila e cidade apresenta baixo índice de criminalidade — Foto: Reprodução/TV TEM
Região central de Torre de Pedra é tranquila e cidade apresenta baixo índice de criminalidade (Foto: Reprodução/TV TEM)

De acordo com a Polícia Militar, o fato de ser uma cidade pequena ajuda a manter os baixos índices de criminalidade, além de todos os moradores se conhecerem.

“A chave do sucesso para o policiamento é o policiamento extensivo preventivo através do mapeamento das estatísticas e também a importância da população sempre passar informações”, diz o sargento da PM Marcos Roberto Leonardo.

Fonte: G1

Postagem Única 02 Mobile

Anunciantes