Suspeito de executar ex-mulher a tiros na frente de filho morre após confronto com a polícia em Bauru

AdSense Postagem 01

Postagem Única 01 Mobile

O suspeito de matar a ex-mulher em Bauru (SP) morreu após um confronto com policiais militares nesta terça-feira (1º). O cabeleireiro Danilo Rodrigo Alves, de 32 anos, teria executado a tiros a vendedora Fabiana Alves,com quem foi casado por 8 anos e estava separado há um mês.

Segundo informações da polícia, ele fugiu depois do crime que aconteceu na tarde desta segunda-feira (31) na Avenida Nuno de Assis e era procurado pelos policiais. Uma denúncia anônima levou os policiais até a casa de um parente onde ele estaria escondido no Parque Jaraguá.

Ele estava armado e houve troca tiros na tentativa de abordagem dos policiais. Danilo teria tentado fugir, mas foi atingindo por um tiro no peito que pode ter sido disparado pela própria arma do suspeito.

No entanto, só a perícia da Polícia Civil poderá dizer de onde partiu o disparo que causou a morte do cabeleireiro. O local ficou isolado para o trabalho de investigação.

Suspeito foi morto em confronto com a Polícia Militar em Bauru (Foto: Arquivo pessoal)

Feminicídio

Fabiana foi assassinada a tiros na frente de um dos filhos, de 12 anos. Ele e outras duas crianças, de 4 anos, estavam no carro com a vendedora e uma outra mulher, que dirigia o veículo.

Todos tinham acabado de sair de um supermercado e trafegavam pela Avenida Nuno de Assis quando Rodrigo teria provocado um acidente para obrigar a motorista a parar. Fabiana, que estava no banco do passageiro, teria sido retirada a força do veículo e, na calçada, foi atingida pelos disparos, foram quatro e pelo menos dois atingiram a vítima.

Fabiana Alves tinha 37 anos e foi morta com quatro tiros em avenida de Bauru (Fotos: Facebook / Reprodução)

Depois dos disparos, o suspeito fugiu. Segundo os familiares, ele não aceitava o fim do relacionamento. O caso foi registrado como feminicídio.

Fabiana deixou outros dois filhos, uma adolescente de 17 anos e outro menino de 15. Nenhum deles era filho de Rodrigo. O corpo da vendedora foi enterrado nesta tarde no Cemitério do Jardim Redentor.

Crime aconteceu na Avenida Nuno de Assis em plena luz do dia em Bauru (Foto: Rafael Fidêncio / TV TEM)

FRonte: G1

Postagem Única 02 Mobile

Anunciantes