Rio transborda, deixa ruas alagadas e famílias desabrigadas em Jaú

AdSense Postagem 01

Postagem Única 01 Mobile

O Rio Jaú transbordou e deixou ruas alagadas e famílias desabrigadas na madrugada desta terça-feira (11) em Jaú (SP). A Polícia Militar informou que resgatou 20 pessoas, inclusive com o auxílio de uma máquina retroescavadeira.

Segundo a Polícia Militar, a equipe foi acionada por volta das 5h para atender ocorrências de enchente e inundação nas ruas Doze de Outubro, Atílio Bertoldi e Prefeito Mário Ferraz de Magalhães.

Polícia Militar resgatou 20 pessoas em uma enchente de cerca de 1,40 metros em Jaú — Foto: Arquivo pessoal
Polícia Militar resgatou 20 pessoas em uma enchente de cerca de 1,40 metros em Jaú (Foto: Arquivo pessoal)

A polícia informou que encontrou pessoas desesperadas ilhadas em suas casas, incluindo idosos, pessoa acamada e em cadeira de rodas.

Rio Jaú transborda e deixou ruas alagadas e famílias desabrigadas
Rio Jaú transborda e deixou ruas alagadas e famílias desabrigadas (Foto: Reprodução/G1)

Idosos foram resgatados pelas equipes durante as enchentes. Como não havia viatura disponível no momento, os policiais entraram na enchente de cerca de 1,40 metro e começaram o resgate, com auxílio dos bombeiros. Ao total, segundo a PM, foram resgatadas 20 pessoas e um cachorro, todos bem de saúde.

Pirajuí

Acesso do Bairro Nova Pirajuí foi levado pela chuva — Foto: Arquivo pessoal
Acesso do Bairro Nova Pirajuí foi levado pela chuva (Foto: Arquivo pessoal)

Em Pirajuí, a chuva forte fez um barranco ceder no Bairro Vila Esperança. O rio transbordou e fez vários estragos na vila.

Além disso, o acesso do Bairro Nova Pirajuí foi levado. O talude da represa começou a romper e as equipes iniciaram os trabalhos para a drenagem da lagoa. A população ribeirinha foi evacuada e a via está totalmente interditada.

Marília

Prefeitura de Marília emitiu uma nota na noite de segunda (10) com balanço dos estragos — Foto: Prefeitura de Marília/Divulgação
Prefeitura de Marília emitiu uma nota na noite de segunda (10) com balanço dos estragos (Foto: Prefeitura de Marília/Divulgação)

A prefeitura de Marília emitiu uma nota na noite de segunda-feira (10), com um balanço dos estragos causados pela chuva na cidade.

Foram registradas quedas de muro na EMEI Sitio do Pica Pau Amarelo e na Rua Onório Machado. Parte do muro cedeu e deixou muitos entulhos na rua.

Já na Avenida Sampaio Vidal, no trecho conhecido como Via Expressa, parte da via que havia recebido recente manutenção cedeu, deixando um degrau de quase 40 centímetros.

Chuva causou estragos em Marília — Foto: Arquivo pessoal/Eraldo Camargo
Chuva causou estragos em Marília (Foto: Arquivo pessoal/Eraldo Camargo)

Três locais também registraram alagamentos parciais das vias, na Avenida Jóquei Clube na zona sul, no final da rua do viaduto que fica ao lado do cemitério Parque das Orquídeas na zona oeste e na passagem de veículos abaixo da rodovia SP-294 no final da Avenida Presidente Roosevelt na zona sul.

Ninguém se feriu em nenhuma das ocorrências, e a prefeitura já liberou a via no endereço em que o muro cedeu. A Avenida Sampaio Vidal está sinalizada.

Na Rodovia Leonor Mendes de Barros, lama tomou conta da pista — Foto: Alcyr Netto/TV TEM
Na Rodovia Leonor Mendes de Barros, lama tomou conta da pista (Foto: Alcyr Netto/TV TEM)

Na Rodovia Leonor Mendes de Barros, a lama tomou conta da pista e, neste trevo, a entrada para o distrito de Dirceu está praticamente intransitável.

São Manuel

Ponte do sobrado, que passa por cima do Rio Araqua, foi levada pela água da chuva em São Manuel — Foto: Arquivo pessoal
Ponte do Sobrado, que passa por cima do Rio Araqua, foi levada pela água da chuva em São Manuel (Foto: Arquivo pessoal)

Famílias que moram na zona rural de São Manuel estão isolados depois que a ponte do sobrado, que passa por cima do Rio Araqua, foi levada pela água da chuva.

Bauru

Em Bauru, a Defesa Civil interditou dois apartamentos que ficam em um condomínio no Núcleo José Regino.

O muro caiu e atingiu os apartamentos. Como existe o risco de cair o restante, os moradores foram orientados a passar a noite na casa de parentes. A Defesa Civil informou que não houve comprometimento da estrutura do prédio.

Lençóis Paulista

Em Lençóis Paulista, o conselho da Bacia Hidrográfica do Rio Lençóis constatou que o volume geral de água acumulado na área da bacia entre os dias 1 e 5 de fevereiro representa 60% de toda a cota pluviométrica esperada para o mês de fevereiro.

A previsão do tempo é que, entre os dias 10 e 17 de fevereiro, são esperados mais volumes intensos para todas as cidades da bacia. Com isso, o conselho alerta que poderão ocorrer novos alagamentos urbanos.

Barra Bonita

Em Barra Bonita, a chuva elevou o nível do Rio Tietê. Apesar da água do rio estar acima do nível, a Navegação Fluvial disse que a situação não é alarmante porque as comportas estão abertas e a água que vem da capital está sendo escoada.

Fonte: G1

Postagem Única 02 Mobile

Anunciantes