Rachel Cury: “O trabalho de estender a mão, de despertar a esperança e abrir novos caminhos para quem mais precisa é a razão de ser do Fundo Social”

AdSense Postagem 01

Postagem Única 01 Mobile

Assim como prefeito João Cury, que encerra o seu 8º ano frente à Prefeitura de Botucatu, sua esposa, a advogada Rachel Ferronato Cury também deixará sua função de Presidente do Fundo Social de Solidariedade de Botucatu.

Se João Cury é apontado como um dos principais prefeitos da história de Botucatu, Rachel tem o reconhecimento por ter sido uma das principais e mais ativas presidentes que o Fundo Social de Solidariedade de Botucatu já teve.

Citar as ações realizadas pela primeira-dama Rachel Cury e sua equipe é correr um risco de cometer alguma injustiça e esquecer algo especial. É possível destacar as oficinas do projeto Criadores Solidários, nas áreas de: cozinha, acessórios, vestuário, moda, construção civil e beleza; a Semana do Bebê, um sucesso implantado há 6 anos, que visa os cuidados com a primeira infância das crianças; a Feira da Páscoa; o Bazar de Natal; a Campanha do Agasalho; entre tantas outras realizações.

Através do seu perfil no Facebook, Rachel Cury publicou uma mensagem para toda a população botucatuense.

 

Acompanhe abaixo a íntegra da mensagem da presidente do Fundo Social de Solidariedade de Botucatu:

“Queridas (os) amigas (os).

O filósofo grego Antístenes certo dia escreveu que “a gratidão é a memória do coração”.

Passados oito anos, desde que me foi confiada pelo prefeito João Cury a honrosa tarefa de presidir o Fundo Social de Solidariedade do município de Botucatu, é chegado o momento de voltar para a casa. E não poderia encerrar esta jornada sem dedicar algumas palavras àqueles que, de uma forma ou de outra, colaboraram para que pudéssemos completar a travessia.

O trabalho de estender a mão, de despertar a esperança e abrir novos caminhos para quem mais precisa é a razão de ser do Fundo Social. Em uma sociedade tão desigual como a nossa, cabe ao Poder Público ser o indutor de uma política que reúna cabeças competentes, braços fortes e corações puros capazes de empreender ações que gerem oportunidades e transformem a vida das pessoas.

Ao olharmos para trás e revivermos a trajetória que percorremos juntos, fica evidente que o sucesso de nossas iniciativas é fruto de uma construção coletiva; de uma eficiente e harmoniosa rede de voluntários e colaboradores que se dispuseram a dedicar parte de seu tempo a ajudar o próximo. Cada vitória, cada conquista, leva um pedacinho de todos que abraçaram conosco essa missão: funcionários, parceiros, voluntários, patrocinadores, empresários, veículos de comunicação, familiares, equipe de governo, amigos queridos e a população em geral.

O propósito e os princípios que nos uniram foram fundamentais para criar os alicerces que sustentaram um trabalho de profundo impacto na vida das pessoas. Nesses últimos oito anos, além do respeito e do reconhecimento da sociedade, o Fundo Social de Solidariedade conquistou autonomia e modernizou sua atuação. Nosso foco esteve permanentemente dirigido para a geração de renda, o cuidado com a primeira infância, a valorização e a promoção da terceira idade e, é claro, o acolhimento das famílias mais vulneráveis.

Para nós, sempre ficou claro que as necessidades de nossa gente iam além da cesta básica que mata a fome ou do agasalho que protege do frio. No cotidiano nos deparamos com um número incontável de pessoas à procura de oportunidades para construir uma nova história de vida. Diante desse desafio entregamos o melhor de nós. Empregamos disposição, criatividade, transpiração em cada uma de nossas ações. Em cada um de nossos projetos.

Nossas falhas e limitações talvez tenham nos impedido de fazer tudo aquilo que sonhamos. Mas o saldo que fica é altamente positivo. A rede solidária que construímos nos ajudou a promover cidadania, a reforçar os laços e recuperar vínculos familiares, a qualificar trabalhadores para o mercado de trabalho, a incentivar o empreendedorismo e a realizar o sonho de muita gente. Cada história tem o seu valor e nos enche de alegria e satisfação.

A dificuldade nos ensina. A dura realidade enfrentada pelo povo nos leva a refletir e nos desafia a agir. Sem medo de errar, posso afirmar que esses oito anos à frente do Fundo Social me ensinaram muito e me permitiram ser uma pessoa melhor. Guardarei para sempre e com grande carinho esse momento especial de minha vida. A semente que plantamos continuará produzindo bons frutos porque a terra é fértil, nossa equipe é qualificada e não faltarão parceiros dispostos a estender a mão a quem precisa. Meu desejo é que todos continuem dando sua parcela de contribuição para reforçar essa grande corrente do bem. Ainda há muito a ser feito em busca da construção de uma sociedade melhor. Foi uma experiência incrível viver tanta coisa juntos. Fica aqui meu carinho e minha eterna gratidão.

Obrigada à todos de coração!

Rachel Ferronato Cury

Presidente do Fundo Social de Solidariedade de Botucatu”

Leia Notícias

Postagem Única 02 Mobile

Anunciantes