Queijo de Pardinho é eleito o melhor do mundo, em 1º Concurso Mundial sediado no Brasil

AdSense Postagem 01

Postagem Única 01 Mobile

Araxá – MG recebeu no último final de semana ( de 8 a 11 de agosto), o primeiro Concurso Mundial de Queijos na América Latina.

Foram mais de mil peças inscritas na feira, que teve degustação com direito a harmonização com tudo que combina: café, vinho, geleia, cachaça e até sorvete.

Dos 955 queijos avaliados, 245 pontuaram. Foram 21 super ouros, 35 ouros, 76 pratas e 113 bronzes. O anúncio foi aberto ao público. O concurso reuniu 93 jurados de várias partes do mundo com a missão de eleger os melhores sabores. Dos super ouros, os jurados escolheram o melhor do mundo. E ele está aqui na região de Botucatu. O queijo Mandala, da Pardinho Artesanal, levou o grande premio do mundial.


Vanessa Alcoléa, gerente técnica de produção da Pardinho, representou a Pardinho Artesanal no Mundial sediado em Araxá – MG

O evento foi realizado pela ONG “SerTãoBras”. A Organização Não Governamental visa lutar pela legalização do queijo de leite cru e pela valorização do pequeno produtor rural, e pela Guilde Internationale des Fromagers, da França.

O objetivo do concurso, segundo uma das organizadoras, Anna Huffein, é colocar queijos brasileiros lado a lado com os queijos internacionais para premiar os melhores sem distinção de origem ou tecnologia queijeira.

“Tudo aconteceu devido ao mundial da França, onde uma brasileira ganhou como melhor queijo do mundo. Depois disso, a Débora [Pereira, diretora da SerTãoBras], começou a pensar que o queijo [da região] tem muita qualidade. No ano passado, fizeram um curso de maturação e, daí, ela ficou encantada com os queijos e pensou: ‘por que não trazer o mundial de queijo pro Brasil?’”, contou.

Fonte: G1

Postagem Única 02 Mobile

Anunciantes