Motorista que morreu carbonizado em acidente de carro em Tietê voltava ao trabalho após um mês de isolamento

AdSense Postagem 01

Postagem Única 01 Mobile

O motorista que morreu carbonizado depois que o carro dele pegou fogo próximo ao quilômetro 83 da Rodovia Antônio Romano Schincariol, em Tietê (SP), estava voltando ao trabalho nesta segunda-feira (27) após um mês de isolamento por conta da pandemia de coronavírus, segundo informou a empresa.

De acordo com o boletim de ocorrência, o motorista perdeu o controle da direção e bateu em uma estrutura metálica no pilar do viaduto. Equipes do Corpo de Bombeiros foram até o local, mas Carlos Eduardo de Campos, de 55 anos, foi encontrado sem vida.

O dono da empresa onde Carlos Eduardo trabalhava como caminhoneiro disse por telefone que o funcionário estava em isolamento domiciliar havia um mês e voltaria a trabalhar nesta segunda-feira para fazer o transporte de cartolina para São Paulo.

Acidente

Carlos Eduardo seguia pela via quando colidiu na defensa metálica. O carro capotou e, na sequência, pegou fogo.

O motorista morreu carbonizado e, segundo a polícia, a identificação só foi possível por conta da placa do veículo. Ele estava sozinho no veículo no momento do acidente.

A Polícia Civil vai investigar as causas do incêndio. O corpo de Carlos Eduardo foi sepultado no Cemitério Municipal de Laranjal Paulista.

Fonte: G1

Postagem Única 02 Mobile

Anunciantes