Justiça decreta prisão de quatro índios suspeitos de estupro coletivo contra menor em aldeia no interior de SP

AdSense Postagem 01

Postagem Única 01 Mobile

A Justiça decretou a prisão preventiva de quatro índios, na manhã desta terça-feira (30), suspeitos de abusar sexualmente de uma adolescente de 15 anos. A vítima também é moradora da aldeia Kopenoti, na reserva de Araribá, em Avaí (SP). Três suspeitos foram presos pela Polícia Civil durante a manhã e um está foragido.

O estupro coletivo ocorreu em fevereiro, segundo o inquérito da Polícia Civil, que já concluído. Segundo o delegado responsável pelo caso, Giuliano Travain, a família da adolescente procurou a polícia para fazer a denúncia. Na ocasião, a jovem passou por exames que constatou o estupro.

Ainda de acordo com a Polícia Civil, foram aproximadamente dois meses de investigações para esclarecer o caso e identificar os suspeitos.

“Durante depoimento, dois deles confessaram o crime e ainda contaram que deram bebida alcoólica para a menor, além de drogas. Depois os quatro tiveram relações sexuais com a índia, uma menina de apenas 15 anos”, relatou o delegado.

Justiça decreta prisão de quatro índios suspeitos de estuprar adolescente em aldeia de Avaí; três foram presos — Foto: Giuliano Tamura/TV TEM
Justiça decreta prisão de quatro índios suspeitos de estuprar adolescente em aldeia de Avaí; três foram presos (Foto: Giuliano Tamura/TV TEM)

Travain diz que o trabalho da Polícia Civil foi concluído e na manhã desta terça-feira, quando foram feitas as três prisões. Os suspeitos eram monitorados pelos policiais e foram presos próximos da aldeia em Avaí. Apenas um não foi encontrado.

Os presos foram encaminhados à Central de Polícia Judiciária (CPJ) de Bauru e posteriormente irão para o Centro de Detenção Provisória (CDP).

Além do crime de estupro, eles ainda irão responder por fornecer bebida alcoólica para a menor de idade.

Segundo o delegado Giuliano Travain, dois dos suspeitos teria confessado o crime — Foto: TV TEM/Reprodução
Segundo o delegado Giuliano Travain, dois dos suspeitos teria confessado o crime (Foto: TV TEM/Reprodução)

Fonte: G1

Postagem Única 02 Mobile

Anunciantes